sexta-feira, 12 de abril de 2013

Ainda se lembrou a tempo..

Esta manhã tive que me deslocar até ao Chiado em trabalho. Fui ali mesmo pertinho do Sr Pessoa em ferro, um pouco abaixo do Cabelleireiro.
Depois do trabalho concluido regressei à sede. Mas pelo caminho passei por muito semáforo. E ao parar num, vi a cena mais marada de sempre!

Estava um jovem a dirigir-se à passadeira, a transportar um cesto daqueles dos bébes, com um lá dentro! Chega ao semáforo, como tava vermelho para os peões, ele para (pequena nota: este 'para' é o antigo 'pára' do verbo parar, que no novo acordo ortográfico, perde o acento! O que não tem sentido nem lógica nenhuma, mas enfim.. continuando), e pousa o cesto no chão e começa a mexer no telemovel. Nisto, acende o verde para (aqui já é a preposição e não o verbo parar) os peões, e o gajo entretido como estava a mexer no telemovel, avança para atravessar a passadeira. E quando ia a meio da estrada, bate com a mão na testa, dá meia volta, e vai buscar o bébe, do qual se tinha esquecido! Do mal o menos, ainda se lembrou dele antes de chegar a casa e a mulher lhe perguntar pela criança!

Isto há por aí com cada maluco.... :)


4 comentários:

  1. Viste? Ao encontro do que eu dizia no outro dia. Estas pessoas têm e eu não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensei logo em ti..
      Uma coisa era esquecer-se da carteira, ou de um saco das compras, agora um filho.. não acho normal..

      Eliminar
  2. O telelé é mais importante. Enfim, distracções toda a gente tem, mas pronto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. opá, ams há distrações e distrações... e esta é daquelas que não são normais... acho que mais depressa um gajo se esquece do telemovel em cima da mesa, que da criança no chão da rua.. :p

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!