segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Rita e Pedro: o casamento..

FOI BONITO!

Mas mesmo bonito, bonito! Aliás, foi mesmo o casamento mais bonito a que fui naquele fim de semana!

E casou-se mais um membro do meu grupo de amigos. O ano passado foi o Luis, este ano foi o Pedro. De um total de sete, dois já estão casados e um disse-nos que ia ser pai (ou vá, que a namorada dele estava grávida), ou seja, sobram quatro solteiros (o que ainda dá para uma sueca ou sobe e desce). Mas o chato é que a equipa está cada vez mais pequena.

O Pedro já o conhecia de Mora. Mas a verdade é que só nos começámos a dar mais quando eu vim trabalhar para Lisboa. Ele na altura não tinha namorada, eu também não, e fomos combinando umas saidas e uns programas a dois. Ele deu-me guarida muitas vezes, quando eu anda aos caídos, fosse porque motivo fosse e, a pouco e pouco, fomos desenvolvendo uma amizade bonita. Depois, de um momento para o outro, já não queria estar tantas vezes comigo, já não me convidava para ir lá a casa, quando eu me convidava dizia que estava de diarreia e com conjuntivite, já não ia a lado nenhum comigo. Senti-me rejeitado e finalmente perguntei-lhe o que se passava, porque é que a nossa relação estava diferente. Ele lá me disse que tinha namorada, tinha encontrado uma menina impecável, de quem ele estava a gostar muito e que teria menos disponibilidade para mim, mas que continuava a gostar de mim à mesma. Eu, apesar de ter ficado triste, compreendi.

Depois lá conheci a Rita. Quando a vi pela primeira vez, não percebi bem o motivo de ele me ter trocado por ela, mas depois de estar com eles algumas vezes, percebi que eles tinham uma química que eu e o Pedro nunca iríamos ter. Isto até fez com que queimasse os planos que tinha para o "acidente" da Rita. O que é que posso dizer sobre a Rita? Sinceramente, acho que o Pedro é um gajo com sorte por tê-la encontrado. Gosto dela, gosto que ela faça o Pedro feliz, gosto que ela seja feliz por estar com o Pedro. Gosto do sorriso dela - contagiante e aberto -, gosto do facto dela ser baixinha, gosto dos olhos dela muito abertos quando estamos a falar para ela, de estar sempre a abanar a cabeça a dizer que sim quando nos está a dar atenção. Gosto tanto dela quanto gosto do Pedro! E isto, é o maior elogio que lhe posso dar.

Sobre o casamento, posso afirmar que foi um momento muito especial. Não só porque vimos ao vivo o Pedro a assinar o papel que autoriza a Rita a castrá-lo, como foi o dia de aniversário do pai do noivo. Felicidade a dobrar! Se formos a contar também as 173 gajas que anunciaram que estavam grávidas, é quase incalculável o nível de felicidade que se viveu naquele dia.

Casaram numa herdade, o que teve a vantagem de não haver aquele coisa chata da igreja com um padre a dizer coisas que ninguém percebe (porque antes da cerimónia deu-lhe nas hóstias, que se colaram ao céu da boca e depois arrumou-lhe umas taças do "sangue de Cristo" numa tentativa evangélica de a descolar) e um organista a enganar-se a cada seis notas. Assim, foi tudo feito ao ar livre, à sombra de umas árvores grandes, com a senhora da conservatória a falar para eles enquanto quem queria estar de pé estava de pé e quem queria estar sentado estava sentado, quem queria estar calado estava calado e quem queria estar a falar ouvia quem queria estar calado a mandá-los calar.
O almoço estava muito bom, a tenda onde foi servido estava bem decorada, os empregados foram simpáticos e havia lá um gajo a desafiar as pessoas para pequenas cantorias.
Depois do almoço houve espaço para as tradicionais fotos com os noivos, em grupo, sozinhos, escondidos, a outras pessoas sem elas saberem. Houve tempo para deixar o estômago descansar para a segunda ronda de comida. Quando chegou o momento de ir partir o bolo dos noivos, houve ainda um pequeno fogo de artificio e uma largada de balões luminosos que "estrelaram" um céu iluminado unicamente pela lua.

A animação estava a cargo de um gajo que tocava saxofone e um vocalista/teclista, mas os grandes animadores da festa foram outros. Soubessem eles - Rita e Pedro - que tinham convidado tais talentos e nem era preciso contratar animadores.
Falo, claro, da menina Helena Costa Lopes, do menino Luis Calhau e do menino Luis Varela!

Helena, uma já reconhecida artista de variedades - de nome artístico Uena Buena - não teve problemas em agarrar-se ao microfone ou à pandeireta, proporcionando-nos um verdadeiro show de música, dança, cantoria e grandes gargalhadas. Tivesse ela levado o bombardino e acho que ninguém a parava o dia todo.
Luis Calhau, mais conhecido por Calhau, surpreendeu tudo e todos com a sua voz rouca mas sensual e forte ao mesmo tempo. Sabia as canções todas, e mesmo as que não sabia, fazia questão de as cantar ao microfone, enganando até quem sabia a letra.
Luis Varela, mais conhecido por Barril, foi a verdadeira revelação do dia, fazendo uma extraordinária perfomance de ginástica rítmica com fitas. Parece-me que é um jovem com futuro e com bastantes talentos escondidos. Haja "coragem liquida" e ele proporcionará aos presentes, mais do que momentos inesquecíveis, momentos "muito inesquecíveis"!
A estes dois artistas, já no final da noite, ainda se juntou um terceiro, para uma maravilhosa "à capela" da Bohemian Rhapsody, dedicada ao recém-casado Pedro.

E foi assim que se passou um dia de muita alegria, felicidade, diversão, amor, amizade, risos e descobertas. Descobri que isto do amor não escolhe idades, nem sexos, nem alturas, nem peso, nem beleza (veja-se o caso de quem se casou, claramente a Rita conseguiria alguém bem mais giro e ao nível dela). Descobri que o amor só traz mais amor, e que se não me despacho, fico sem amor!

De qualquer da formas, Rita e Pedro, obrigado pelo maravilhoso dia que nos deram o prazer de partilhar convosco e tal como escrevi no vosso livro de memórias:

"Que a alegria por nós todos hoje vivida, vos contagie para o resto da vossa vida!"

FELICIDADES!!



E agora, algumas fotos do acontecimento!
(algumas fotos não foram tiradas por mim. Obrigado Barril, Helena e Joel por mas deixarem usar!)

O gang: Luis Varela (Barril); Mario Mourão (soon to be dad); João Guerra; Pedro "castrado" Barbosa; Luis "castrado" Sousa; Eduardo "Ray Charles" Pinto; Luis Calhau.

O gajo mais giro e mais bem vestido - logo a seguir ao noivo - da festa!

O caminho para o altar! (fotos de Joel Saude)

A noiva a caminho de se juntar ao seu amado.

Aqui já não eram noivos mas sim recém-casados! (Foto de Barril)

Os artistas Barril e Calhau!

A artista Helena no photobombing!

O bolo, o fogo, as faiscas, as mãos dadas, o AMOOOOOOOR!!!! (foto de Helena)

34 comentários:

  1. Gostei bastante do teu amigo João Guerra!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É solteiro e rapaz! :)

      Eliminar
    2. Para isso tenho-te a ti!
      Tens de fazer melhor do que isso.

      Eliminar
  2. A melhor foto é a do barril e do calhau. A fasquia está alta para o próximo casamento ao nivel da ginastica ritmica com fitinhas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faço ideia o que eles estavam a preparar, mas não devia ser boa! :D
      Para o próximo, ele já leva um pauzinho para atar a guita... :)
      Só tenho pena que ninguém o tenha filmado...

      Eliminar
  3. Anónimo20:49:00

    a helena costa lopes nao é da familia do costa lopes de aljustrel?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aqui está uma boa pergunta que eu não sei responder.. :)

      Eliminar
    2. Quem quer saber?

      Eliminar
    3. Anónimo09:03:00

      alguem que o conhece,das minas

      Eliminar
  4. Estou a ver que foi um casamento muito giro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi muito, muito giro! :)

      Eliminar
    2. Anónimo22:49:00

      Muito lindo.

      Eliminar
  5. Andas a roubar muitas das minhas expressões, tens que me começar a dar crédito...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu meti as aspas, a mostrar que eram citações. E usei as tuas expressões quando falei de ti. Tens o crédito todo! :D

      Eliminar
  6. Tive num casamento nesse sítio na semana passada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sitio impecável!
      Gostei muito!

      Eliminar
  7. Com casaco e com óculos escuros....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, estava muito sol e eu tive uma madrugada muito complicada, mesmo antes do casamento.. :)

      Eliminar
    2. Não é isso, o que eu quero dizer é que ficas mais sexy de casaco e de óculos escuros do que de suspensórios e sem os ditos óculos.

      Eliminar
    3. Verdade seja dita, eu fico bem e sexy de todas as formas.. :p

      Eliminar
  8. A Uena é uma boa fotografa... a última foto está linda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está o máximo a foto! Mas a artista é outra! :D
      Fui só a mensageira! Hehe

      Eliminar
    2. Está sim senhora!
      A Uena para além de boa fotografa é boa bailarina, boa cantora e boa em instrumentos de sopro! :D

      Eliminar
    3. HAHAHAHAHA
      é um facto.

      Eliminar
  9. De laço e suspensórios? Deu-te para voltar à infância, meu? xD
    Homem que é homem usa gravata xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Roger, nem todos os homens iriam ficar bem como eu fiquei, é verdade, mas não precisas ficar invejoso... :)
      Mas podes ter a certeza que eu fui mesmo o gajo mais bem vestido da festa! :D

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Opá, e na outra foto que tiramos no mesmo sitio, estou a olhar para o outro lado! hahaha
      Mesmo à ceguinho a tentar perceber de onde vem o barulho dos disparos das máquinas! :D

      Eliminar
  11. Bolas... fiquei com vontade de casar!
    A Uenita estava tão gira...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então casa! :D
      Olha que a Uenita não era a noiva, mas a menina do vestido salmão-neon! :)

      Eliminar
    2. Eu sei Mustache, eu sei... conheço a publicitária que gostaria de ser cantora pimba :P

      Eliminar
  12. As fotos transmitem uma alegria imensa por isso "in loco" deve ter sido a "locura" mesmo :)

    ResponderEliminar
  13. E agora que li tudo pela 4ª vez mas finalmente com atenção, tenho a dizer que concordo com tudo.
    Descreveste a minha pessoa na perfeição. Faltou referir que tinha a minha partner vocalista Margarida (mas como ela não pára nestas coisas dos blogs e freshbooks - foi uma senhora lá do casório que disse esta pérola - não faz mal.
    Com isto apercebi-me que com tanta actuação não comi bolo dos noivos e não assinei o livro. DAMN! Terei que fazer um bonito video para me redimir!
    E eu que não gosto de casamentos, adorei este e se os próximos forem assim podem convidar-me (para actuar que eu não tenho dinheiro para tanta prenda!).

    ResponderEliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!