quinta-feira, 2 de julho de 2015

Está a melhorar...

Não me recordo com toda a certeza o ano em que o filme estreou nos canais portugueses. Sei apenas que foi o primeiro filme que me fez chorar. E quando digo chorar refiro-me a lágrimas a escorrerem pela cara e a pingarem para o colo. Não que seja o melhor filme de todos os tempos, que não é. Não que seja um grande drama, que não é. Nem tão pouco que tenha uma grande história por detrás, que não tem. É apenas a história da tentativa de um grupo de homens normais que tentam salvar o planeta Terra de levar com um meteorito, extinguindo tudo e todos.

No entanto, há ali qualquer coisa na cena do pai que vai entregar uma miniatura de avião ao filho que não pode ver, na cena da conversa do pai que diz à filha que vai ter de quebrar a promessa que fez em voltar para casa, deixando-a agarrada a um ecrã sem imagem, na cena em que Harry fica para morrer, dizendo a A.J. que sempre o viu como um filho e que o trabalho dele agora é tomar conta da sua filha, na cena do abraço do filho ao pai que não sabia ter... Há qualquer coisa nestas cenas que me fazem libertar as lágrimas.

Já devo ter visto o filme mais de 20vezes (literalmente) e é sempre assim. Ontem, quando tinha mesmo de sair de casa, começou a dar. Quando regressei a casa, já perto da meia-noite, peguei no comando e passei para trás para ver o filme. Pela primeira vez, nas ditas cenas, não chorei de lágrimas a rolas. Mas fiquei com os olhos cheios de água. Quem sabe, se daqui por mais 20vezes, o consiga ver sem me emocionar.

7 comentários:

  1. Há filmes que nos marcam. Lembro-me que na altura também gostei deste em particular, mas não é todo o meu favorito. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu diria que de todos os filmes que vi, este é dos poucos que me faz parar o zapping. :) E nem sei explicar bem porquê.

      Eliminar
  2. Sim, também choro sempre mas já nem páro para o ver. Talvez porque, amenizado o lado emocional de quem já sabe o que esperar, só consigo ver a treta do mundo todo parado à espera que os heróis da América salvem o mundo.
    Idem para o Pearl Harbour, Flyboys and so on.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chorona!
      O Pearl Harbor já não me diz nada... Talvez por ser guerra e não sci-fi.

      Eliminar
    2. O Pearl Harbor é um dos meus filmes preferidos, mas mais porque mexe com um sonho de puto (tive uma fase em que dizia que queria ser piloto da FAP :P).

      Quanto ao Armaggedon, é um dos filmes que já vi mais de uma dezena de vezes e não me canso!

      Eliminar
  3. Ai don uana clouz mái áis
    Ai don uana fál azlip
    Cóz ai misse iu baib
    Andái don uana missa çing...

    Cóz ivan uen ai çinque oviu
    Da suitest çing uil neva du
    aile stil misse iu baib
    Andái don uana missa çing...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confessa, também adoras e chorar e cantas a música a plenos pulmões! :D

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!