segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Burrice ou incompetência?

Se eu tivesse que escolher entre ser burro ou ser incompetente, escolheria, sempre, o ser burro.
É que ser burro nasce com a pessoa; ser-se incompetente, é algo que as pessoas são porque assim o querem.

A pessoa não tem culpa de ser burra. Sabe que as suas capacidades mentais não dão para mais, por muito que se esforcem. Já uma pessoa incompetente, até pode ser bastante inteligente, apenas não se está para esforçar. Isto é tão pior quando se fala de alguém que ocupa uma posição superior e que manda em outros.

É que uma pessoa burra pode ser competente. Sabendo as suas limitações, tem o cuidado de delegar tarefas mais complicadas a quem as consiga executar, tenta ao máximo ter o trabalho organizado, faz o melhor que pode e avisa quem vai atrás que pode haver esta ou aquela falha e para se ter atenção. Já o incompetente, faz como quer ou como acha que é melhor para ele, faz -bem ou mal - sem pensar nos que vêm atrás dele, delega aos outros dizendo-lhes que "façam mais ou menos assim porque eu fiz mais ou menos assado".

Depois, e como neste mundo há de tudo, ainda existem os burros incompetentes, aqueles que são limitados intelectualmente e que se estão a borrifar para os outros. E são estes que me fazem perder anos de vida, enquanto tento fazer o meu trabalho da forma mais competente possível.

5 comentários:

  1. A incompetencia e a preguiça caminham de mãos dadas sem dúvida!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vinha dizer mais ou menos o mesmo

      Eliminar
    2. Aqui é 3 em 1: burrice (extrema), incompetência (extrema) e preguiça (aguda)!

      Eliminar
  2. É pá, então tu escolherias a característica que não podes mudar? :)

    Então e se falares calmamente com o teu colega/chefe e o tentares chamar à razão? Pois, nem sempre é fácil mas as alternativas são piores ou não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto era a supor que escolhia uma, que ficava com ela para sempre e que não a podia alterar. :)

      Quando a tentei chamar à razão, começou a coçar a barriga e a soprar e, depois de me perguntar se tinha ou não conseguido fazer o trabalho, saiu a dizer "então pronto".

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!