segunda-feira, 30 de novembro de 2015

O Mustache dá dicas para dias românticos..

Acredito que assim que leram o titulo deste post, soltaram uma enorme gargalhada. Afinal de contas, como é que um gajo como eu, que não percebe nada sobre mulheres (todos se devem lembrar da história com a Cátia Daniela), pode vir para aqui dar dicas sobre coisas românticas.

E até tinham razão, se eu ainda fosse o homem que era antes. Depois do duro golpe que foi a minha relação com a Cátia Daniela, decidi ter algum tempo só para mim e pensar sobre o que tem sido a minha vida, no que ao amor diz respeito.

Foi um tempo de muita reflexão. Foi um tempo em que me redescobri enquanto homem e onde finalmente descobri o que é amar outra pessoa e ser amado de forma igual.

Sim, é verdade. Descobri o Amor e hoje sou um gajo feliz.

Por isto, e como há que alimentar a relação, planos românticos a dois são um imperativo. E, vai daí, vou-vos contar como foi o meu último domingo, um dia em que aproveitámos esta primavera fora de época com que, todos,  estamos a ser brindados.

Depois de acordar às 9h  e de um pequeno almoço de torradas, fomos até ao Museu Nacional de Arte Antiga ver a exposição "Colección Masaveu", que conta com 60 obras emblemáticas dos grandes mestres espanhóis e que, por pertencerem a coleção privadas, raramente são expostas ao público. Como não era permitido tirar fotos, não vos posso mostrar o quão espetacular é a exposição. Acho que nunca estive tanto tempo em frente a quadros, a ver todos os detalhes, fosse dos homens, das mulheres, dos animais ou mesmo de natureza morta.



A seguir, e aproveitando que estávamos no Museu, visitámos o resto das galerias e o jardim. Sou sincero, nunca tinha estado no MNAA e adorei todo o espaço em si e tudo o que lá está exposto. É, de facto, um museu que merece a visita de todos.






No final, tínhamos decidido ir comer um brunch ao Hotel Real Palácio, mas decidimos experimentar um que estava mesmo em frente ao MNAA, no La Boulangerie. Foi uma agradável surpresa. Por 18€/pessoa, trazem-nos um combinado de queijos e carnes frias, salada, croissants, pão quante, doce, ovos mexidos e/ou estrelados, e uma bebida quente ou fria. O melhor é que podemos repetir aquilo que quisermos, se ainda tivermos fome depois da primeira vaga de comida. Com uma esplanada aquecida pelo sol, é, sem dúvida, um local que vale a pena visitar.



O resto do dia foi passado em casa, a ver séries e tv, apenas com uma pequena escapadela minha para ir treinar pelos lados de Monsanto (coisa pouca, apenas 1h36m e 15 kms).

Agora já sabem como podem aproveitar estes dias de sol para um dia romântico cheio com cultura, gastronomia, lazer e, caso gostem, com desporto (se ambos gostarem até podem ir os dois correr/caminhar/andar de bicicleta).

E depois digam que nunca sugiro nada interessante.

1 comentário:

  1. A melhor arte para mim é a última foto. Que manjar tão bom! :)

    ResponderEliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!