quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Uma ideia estupidamente maluca do Mustache..

Já acabou a euforia do natal?
Já receberam as meias e as cuecas e os chocolates e as notas de 20€ todas?
Já comeram que nem alarves e ficaram inchados com tanta comida, que ficou a boiar nos litros de bebida que ingeriram?
Já jogaram a todos os jogos que estão guardados no armário e que só saem lá de dentro nesta ocasião?
Já viram a familia toda, incluido a tia feia, o primo com acne e gay, a prima com a mania que é a Fanny e/ou Liliana Marize, e a avó que gosta de dar beijos sem ter a placa na boca?
Já? De certeza? Põe lá esse bocado de bolo-rei para dentro da boca e depois já podes dizer que sim..

Então aqui vai a minha ideia estupidamente maluca!
E que tal se mantivessemos este "espírito natalício" durante o resto do ano? Não lhe chamaríamos "espírito natalício", porque isso seria realmente estúpido, mas podíamos chamar-lhe.... sei lá... assim na loucura... tipo... "estilo de vida"!
Claro que não seria como no natal, sempre a dar prendas e grandes almoçaradas e jantaradas, mas aproveitar um pouco da boa vontade que nos enche o íntimo durante esta altura do ano e diluí-la para durar durante os restantes 364 (ou 365) dias...

Por exemplo:
1- Em vez de jantarmos o suficiente para alimentar uma aldeia em África durante 2 semanas, quando passarmos por um sem abrigo dar-lhe uma moedinha ou oferecer-lhe comida.
2- Em vez de estarmos com a família toda em casa a gastar luz e a lenha da lareira, ligar ou enviar uma mensagem com mais frequência, para que saibam que até gostamos deles, principalmente para os avós que, devido à idade, acabam por estar mais sozinhos. Ou mesmo fazer-lhes uma visita de vez em quando.
3- Em vez de gastarmos o subsidio de natal todo em prendas que em nada nos enriquecem, percebermos onde podemos fazer um pouco de voluntariado ou onde podemos ajudar, de alguma forma, quem realmente precisa, seja um hospital ou uma instituição de solidariedade.
4- Em vez de sermos só sorrisos e alegria no dia de natal, poupá-los um pouco e usá-los durante o resto do ano, principalmente quando alguém fala conosco e não tem a culpa de o dia nos ter corrido menos bem, ao invés de lhes respondermos com 3 pedras na mão.
5- ...

São só algumas ideias que me surgiram e que postas em prática poderiam fazer desta minha ideia estupidamente maluca de termos um "estilo de vida" o ano inteiro, uma coisa não tão estupidamente maluca. E sintam-se à vontade para acrescentarem mais ideias à lista..


11 comentários:

  1. Não deixa de ser uma ideia estupidamente maravilhosa, mas não és o primeiro a tê-la nem serás o último a deixá-la na gaveta até ao próximo Natal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto...
      E desculpa lá Mustache, se estou a interpretar mal o teu post, mas isto irrita-me solenemente no Natal: os falsos moralismos e o "fazer-caridade-só-porque-parece-bem". Como disse a Snail, grande parte das pessoas deixa essas ideias na gaveta 11 meses por ano!
      Quantas pessoas ajudam de facto os outros durante o ano? Até contra mim falo, gostava de o fazer mais vezes. E gostava de ter disponibilidade para fazer voluntariado (já fiz, em tempos, embora a outro nível). Mas por exemplo, vejo na sociedade pessoas a passarem ao lado de coisas que eu não consigo que me passem ao lado. Eu não consigo não intervir em determinadas situações. E irrita-me que as pessoas só se lembrem de determinados valores no mês de Dezembro... Só se lembram de contribuir para os Bancos Alimentares ou whatever nesta altura...

      Da mesma forma que, pegando no teu ponto nr. 2, vejo famílias que não se suportam e se maltratam durante todo o ano, chega o Natal e tudo parece perfeito.

      Não gosto do cinismo e dos falsos moralismos desta altura do ano.

      Mas pronto, espero que durante o resto do ano te vás lembrando deste post e vás pondo em prática o que escreveste, era óptimo se assim fosse ;)

      Eliminar
    2. Este meu espirito, ou "estilo de vida" como lhe quis chamar, não é algo que digo por dizer, mas sim algo que tento fazer o mais possivel. Claro que nem sempre tenho disponibilidade para o que quero fazer, porque tenho outras obrigações, mas ninguém pode dizer que "falo da boca para fora". E não estou a dizer que vocês o estão a dizer! :)

      Como sabem, já faço o voluntariado no IPO uma vez por semana, e só eu sei a dificuldade que tenho em conciliar isso com universidade e trabalho. Mas não deixo de o fazer, e nesses dias, sei que vai ser sempre a correr e posso esquecer almoço e jantar.. Mas faço-o, acima de tudo, porque quero!
      Este ano, mais do que uma vez contribui para banco alimentar e outras causas, sempre que me deparei com elas.. Dei, até, umas moedas de vez em quando a quem me pedia (coisa que eu dantes nunca fazia porque pensava sempre que o dinheiro era para tudo menos para comida).
      Tento estar mais atento à familia e visitá-los..

      E, se eu, gajo mau como tudo, o consigo fazer ao longo do ano, tenho a certeza que toda a gente consegue... só é preciso darem o primeiro passinho, porque os outros, vêm naturalmente e, quando damos por nós, estamos a correr e a sorrir por isso! :)

      Eliminar
  2. Parece-me bem... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sente-te à vontade para te juntares a esta ideia! :)

      Eliminar
  3. post muito grande para ler.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas disse coisas fofis e interessantes e que irias gostar de ler...

      (mas eu sei que leste)..

      Eliminar
  4. Segues essa ideia estupidamente maluca?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sigo, e vou tentar seguir ainda mais e "arrastar" pessoas comigo.. :)

      Eliminar
  5. 5. Não matar tantos animais. Porque se festejamos o nascimento do menino jesus e não o matámos de seguida, também poderíamos festejar o nascimento dos leitões, cabritos etc sem os cortarmos em pedaços, Pode ser? :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpa, mas isso não pode ser...
      E eles não o mataram logo quando nasceu, mas tentaram, só o conseguindo quando ele já tinha 33 anos..
      O que equivale à idade dos animais quando os matamos para os metermos no tacho! :)

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!