sexta-feira, 5 de março de 2021

Toda a verdade sobre a Cátia Daniela

 São 11 da noite e estou a chorar há tanto tempo que sinto-me desidratado.


Mas se estou nesta posição foi porque não vos dei ouvidos. A vocês e a tantas outras pessoas que me diziam que a Cátia Daniela não gostava de mim. Aliás, que nunca gostou. Que se aproveitou a minha ingenuidade para ter uma vida que não conseguiria ter sozinha...


A verdade é que eu acredito no Amor, acredito na bondade das pessoas e, mais importante, que as pessoas podem mudar.


Como sabem estávamos a viver juntos na casa que comprei e que, ao fim de 3 semanas de voltarmos a estar juntos, estava grávida. Isto foi em Outubro de 2019 e a criança nasceu em Maio de 2020. Um pouco prematura, mas não era o primeiro bebé a nascer antes do tempo. Não era propriamente branquinho como nós, era mais para o mulato, mas ela garantiu-me que os bebés nascem sempre mais escuros. E eu acreditei...


Até ser demasiado evidente que foi mais uma mentira dela!


A criança não era meu filho mas sim de outro gajo qualquer com quem ela esteve. E, mais uma vez, o gajo quando soube que estava grávida disse-lhe adeus.


E foi quando ela soube do meu prémio no Euromilhões e decidiu voltar para mim... não, voltar a enganar-me mais uma vez!


Ganhei coragem e obriguei-a a contar-me todas as vezes que me enganou. Ao que parece os gajos da MEO e da NOS eram tudo menos técnicos, tinha esperança que esta criança "ficasse sempre clarinha" e traições foram umas atrás das outras. Fiquei tão devastado e só queria cortar de vez relações com ela que nem quis saber da casa que estava em nome dos dois e meti tudo em nome dela!


Um trapo... Um trapo sujo, amarrotado e abandonado é como me sinto.


Sei que vai ser difícil recuperar, mas sei que vou ser capaz. Talvez vir aqui falar convosco ajude na recuperação... Sim, vocês sempre foram bons conselheiros, eu é que não vos quis ouvir.






Sem comentários:

Enviar um comentário

Dá a tua aparadela..