segunda-feira, 29 de junho de 2015

Gays, gays por todo o lado. E apoiantes, claro!

Tenho lido por aí que, aquilo dos States terem aprovado uma Lei em que todos podem casar com quem quiserem, é que é um passo na evolução. E eu fico cá a pensar com os meus botões...

Para haver evolução é preciso que haja pessoas para se evoluir. Pessoas novas, vontades novas, cérebros novos, mentalidades novas. Ora, se um homem casa com um homem e uma mulher casa com uma mulher, isto não está a reduzir o número de pessoas que nascem e, consequentemente, a reduzir a evolução?



Agora que já disse o meu "Ba Dum Tsss", vou falar a sério. O que realmente me irrita - tal como imagino que irrite muito mais quem é homossexual - é a quantidade de pessoas que decidiu alterar a sua foto para um arco-íris muito fofo, muito gay pride e muito direitos iguais para todos, quando, na verdade, isso lhes interessa tanto como a unha encravada que tenho num dedo. Pessoas que nunca se mostraram solidárias com a causa, que - muito possivelmente - são contra a adoção de crianças por casais homossexuais, que se virem um casal homossexual na rua se desviam ou fazem com olhar reprovador, são agora o arquétipo da virtude igualitária, o pináculo da tolerância, só porque o Facebook criou uma aplicação toda pipi que lhes dá a possibilidade de parecerem que, sim senhor, somos todos pelo mesmo.

E vou ser muito sincero, conheço muita gente homossexual, tanto homens como mulheres e acho que não se deve comemorar qualquer coisa que seja "Direitos dos Homossexuais", por um único motivo. Os homossexuais, tanto homens como mulheres, são Homens, devendo estar protegidos pelos Direitos do Homem. O que adquirem, hoje em dia, um pouco por todo o mundo não é um direito. O que eles conseguem é que possam usufruir de um direito que sempre foi deles.

Agora estou à espera do primeiro convite para um casamento gay porque aposto que a sala estará muito melhor decorada e que a comida será muito mais saudável.

3 comentários:

  1. Isto é tipo o #JeSuisCharlie : vira moda. Mais: li algures (já não sei onde) que a Inês Castel-Branco até fez um post numa rede social a dizer que Portugal devia seguir o exemplo dos EUA...até que alguém lá lhe disse que os casamentos homossexuais já são permitidos cá há alguns anos. Ou seja, isto só comprova que as pessoas não fazem puto de ideia das coisas, mas quando vira moda aderem também... Aposto que a maioria das pessoas não sabe qual foi o propósito do Ice Bucket Challenge do ano passado.

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida, é tal hipocrisia disfarçada...

    ResponderEliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!