quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

A verdade é que..

Não desprezando o que se passou em França, as pessoas que hoje dizem que as palavras e desenhos não matam, são as mesmas que ontem diziam que as palavras podem ser mais mortíferas que balas.

2 comentários:

  1. Apesar de 'palavras/imagens' não serem exactamente a mesma coisa que ceifar uma vida, percebo perfeitamente o que dizes. Falta respeito e compreensão nestas terras...

    7:00 am Blog

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 'Palavras? podem ceifar uma vida... Podemos sempre pensar nos casos em que pessoas são constantemente atacadas com palavras (vamos ao bullying, por exemplo) que as deixam em tal estado que se suicidam. Levar uma pessoa ao suicidio não será o mesmo que lhe encostar uma pistola à cabeça e puxar o gatilho?
      Falta muita coisa em muito lado, só não falta é fanatismo (e aqui vamos do religioso ao futebolistico) e "enfiar tudo no mesmo saco". Confesso que começo a pensar se usar a barba deste tamanho não me poderá trazer problemas, podendo ser associado a islamitas, e linchado aí numa esquina qualquer.
      Porque, infelizmente, vivemos no mundo de acabar com a violência exercendo ainda mais violência...

      Tanta coisa que aqui poderia ser debatida sobre este assunto, tantas vertentes por onde seguir, que o melhor mesmo, se calhar, é nem o começarmos.

      Esperemos apenas (em vão) que atos destes não se repitam e que a liberdade - seja ela qual for - nunca fica condicionada por nada nem ninguém.

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!