domingo, 26 de outubro de 2014

73 anos de casamento, ainda mais de amor.

Poucas são as vezes que se pode dizer que se esteve casado durante 73 anos. Aliás, deve ser extremamente raro. Mas aconteceu recentemente a um casal americano. Esta história toma contornos ainda mais épicos quando o marido morre 28 horas após a morte da sua amada.

E, depois, vêm todas as pessoas dizer que é amor verdadeiro, que são um exemplo de luta e de vida em conjunto, que "gostava tanto de ser como eles". Pois que todas estas pessoas que esquecem do mais importante e, acima de tudo, do mais dificil no meio desta linda história de amor eterno: viver tempo suficiente para se poder comemorar tantos anos de casados.

Porque o que importa o quanto se ama e somos amados por outra pessoa, se estamos mortos e não o podemos viver?

1 comentário:

  1. A verdade é que é um exemplo cada vez mais raro...

    ResponderEliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!