quinta-feira, 17 de julho de 2014

Somos todos pássaros

Saimos de casa, entramos no carro, vamos para o trabalho, regressamos de carro de novo para casa. No dia seguinte, repetimos.

Somos todos pássaros e todos vivemos em gaiolas, sejam elas o escritório, o carro ou a nossa casa. Andamos de gaiola em gaiola, olhando sonhadoramente pela janela que não conseguimos atravessar.

Somos todos pássaros e todos vivemos em gaiolas, quando temos um mundo tão vasto que uma vida não chegaria para o conhecer.

Somos todos pássaros e todos vivemos em gaiolas, e só quando já temos as asas fracas demais para voar é que a janela se abre e nos deixa sair. Mas não vamos muito longe, porque queremos encontrar um poiso junto daqueles que nos substituiram na gaiola.

Somos todos pássaros e todos vivemos em gaiolas, invejando aqueles que tiveram a audácia de quebrar os ferros, abrir a porta e voar pelos céus, antes das penas das asas lhes cairem.

13 comentários:

  1. Adorei este texto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ann, escrevi-o depois de estar a conversar com um colega de trabalho, a olhar pela janela e ter dito "Um dia tão bom lá fora e nós aqui enclausurados..".

      Eliminar
    2. Conheço esses dias. :)

      Eliminar
    3. Felizmente, para a semana vou estar uns dias de férias e aproveitar para esticar as assas.. :)

      Eliminar
  2. O que é que fizeste ao tretas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para que as pessoas saibam que vai ganhar a hipótese errada!

      Eliminar
  3. Já dizia a Nelly Furtado que era como uma pássara...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, ela dizia era para a comerem à força! :D

      Eliminar
  4. E eu a pensar que era um post acerca das sementes...

    ResponderEliminar
  5. Uauuuuuuuuuu... A modos que quase me emocionei.
    Se não estivesse já servida, quase que te dizia: Mustache, faz-me um filho!
    Ahahahahahahahhahahahah ;p

    Agora a sério. Muito bem dito, sim senhor ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens uma filha... ainda vou a tempo de te fazer o filho! :p

      Infelizmente, temos que aprender a viver em gaiolas.. :(

      Eliminar
    2. Esse teu raciocínio fascina-me. Acho eu... ;p

      Fala o gajo sortudo-que-tem-quinze-dias-de-férias-e-resmas-de-gajas-à-espera-dele-para-viver-A-paixão-pela-frente... ;p

      (a parte do "pela frente" faz referência às férias. não é uma sugestão para a vivência da paixão. até porque quanto a isso, diz quem sabe, é bom ir variando para não se tornar monótono...)

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!