segunda-feira, 7 de abril de 2014

Vem até mim.. (NSFW)

Vem até mim. Vá, anda.
Pousa o livro e chega aqui. Não vês que os meus olhos te chamam?
Passos curtos. Sem pressa. Vem com calma. Quero apreciar o teu sorriso de expectativa, quero perder-me nas linhas do teu corpo antes de as percorrer, quero saborear os teus lábios antes de os provar.
Pára. Afasta o cabelo. Porque insistes em usá-lo como véu para o pescoço. Sabes que gosto do teu pescoço. Gosto que seja esguio e elegante. Gosto que esteja visivel.
Aproxima-te. Mais. Mais um pouco. Deixa-me beijar-te o pescoço. Não, este lado não. O outro. Onde to beijei pela primeira vez. Primeiro, só um suave encostar dos meus lábios; depois, com os lábios mais abertos; por fim, com um ligeiro toque da lingua. A tua pele arrepiou-se, a tua boca abriu-se e soltou um, quase inaudivel, suspiro. Sim, exatamente igual a este que agora libertas.
Sentes a eletricidade a percorrer o teu corpo? Sentes o sangue a fluir, a ritmo acelerado, para zonas do teu corpo, adormecidas até há pouco. É desejo. Tal como o que sinto por ti. Consegues senti-lo, não consegues?
Vira-te de costas, deixa-me tirar-te o vestido. Deixa-me passar os dedos pelas tuas costas abaixo até te chegar às nádegas. Desejo-te. Desejo cada curva, cada textura, cada sabor e cada odor do teu corpo.
Deita-te no sofá. Fecha os olhos. Deixa-te levar.
Beijo-te os lábios, o pescoço, os ombros. Sigo neste movimento descendente até te encontrar os mamilos eretos. Envolvo-os com os lábios. pressiono-os com a lingua, trinco-os. Brinco alternadamente com eles. Sinto os pequenos espasmos que isto provoca no teu corpo. Sigo com a lingua pelo teu ventre até chegar às tuas cuecas de renda preta. Sabes que me tiram do sério.
Beijo-ta, mesmo por cima da roupa. Arqueias as ancas quando os sentes. Abro-te ligeiramente as pernas e provoco-te, percorrendo o interior das tuas coxas com lambidas e dentadas. Anseias pelo momento em que te as tiro, mas este jogo de espera e tortura agrada-me. E sei que a ti também. Passo a lingua, novamente, exercendo mais pressão, deixando-te as cuecas húmidas. Gemes de prazer. Tiro-te finalmente as cuecas, deslizando-as pelas tuas pernas abaixo, deixando-te totalmente exposta. Continuas de olhos fechados e trincas o lábio inferior. Beijo-te dos pés às coxas. O teu sexo palpita por mim e acedo aos teus desejos.
No primeiro contacto com a minha lingua quente, soltas um grito de prazer e as tuas pernas apertam a minha cabeça de encontro a ti. Lambo-te como gostas, começando nos lábios até chegar ao clitóris. A minha lingua percorre-te de cima a baixo, entrando e saindo de ti, enquanto uma das tuas mãos me procura o cabelo, agarrando-o com força. Cada vez mais excitada, tocas-te, apertando os teus próprios mamilos. Os teus gemidos são cada vez mais intensos, a tua respiração cada vez mais pesada. Introduzo um dedo em ti e gritas de prazer. Acelero os movimentos com a lingua e com  o dedo. Começas a gritar o meu nome. Já não aguentas muito mais tempo.
Vá, anda. Vem-te para mim.



9 comentários:

  1. Finalmente inventaste qualquer coisa minimamente credível, mesmo que p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E continuando, mesmo que porno-badalhoco.

      Eliminar
    2. Não é porno, nem é badalhoco, mas obrigado! :D

      Eliminar
  2. ... é bonito, e dá vontade!

    Apertos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Soubesse eu do teu desafio mais cedo, e tinha participado! :D

      Beijos

      Eliminar
    2. Must, aquele desafio é só para lady´s mas aproximasse um para Mustache´s AGUARDA!

      Eliminar
    3. Ah boa, então quero participar nesse! :D

      E espero que haja um bom prémio! :)

      Eliminar
  3. Muito bom ;)
    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percas a continuação.. ;)

      Abraço!

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!