quarta-feira, 9 de abril de 2014

Quero controlar-te... (NSFW)



Pedi-lhe que me deixasse ser eu a controlar. Pedi-lhe que me seguisse. Que fossemos para a cama, onde teria mais espaço para lhe retribuir o magnifico orgasmo que me proporcionara. O sofá é bom, a cama é bem melhor.

Fui à sua frente, puxando-o pela ponta dos dedos, enquanto abanava provocadoramente o rabo, mostrando-lhe o que, em breve, seria dele.

Sem demoras, virei-me e beijei-o sofregamente. O beijo terminou quando o atirei para cima da cama, lançando-me sobre ele, logo de seguida. Senti de imediato o seu pénis ereto a pressionar-me a coxa. Deslizei sobre ele, roçando os meus mamilos pelo seu peito. Percorri-lhe cada milímetro de pele com os lábios e com a língua. Desci, bem lentamente, até lhe sentir o pénis a passar-me por entre as mamas. Usei as mãos para as unir e com ligeiros movimentos de cima para baixo, os gemidos ouviram-se pelo quarto.

Continuei a descer até o encontrar - rijo e possante - à espera do calor da minha boca. Segurei-o com ambas as mãos e passei a língua pela glande. Nesse preciso momento, libertou uma gota de sémen, que sorvi com agrado - estava doce. Lambi-o com agrado, com volúpia, com tesão. Era eu quem estava no controlo.

Deixei-o coberto com saliva. Envolvi-lhe a ponta com os lábios e, depois, introduzi-o completamente na boca. Até não conseguir mais, até me sentir a engasgar, até os olhos se encherem de lágrimas, até a mão dele – que me segurava a cabeça pelos cabelos – me puxar para cima. Inspirei fundo, enquanto um fio de saliva, que unia a minha boca ao seu pénis, se partia. Olhei-o e vi-lhe a excitação estampada nos olhos verdes. Voltei a dobrar-me sobre ele, queria mais, muito mais! Apertei-lhe os testículos com uma mão, lambi-os e chupei-os; com a outra, masturbava-o.

Inevitavelmente, a humidade escorria-me pelas pernas abaixo. Inevitavelmente, ela palpitava de desejo. Queria-o dentro de mim, queria tirá-lo ainda mais do controlo, queria que todos os seus instintos animalescos viessem ao de cima.

Subi-lhe para o colo mas impediu-me de me sentar sobre ele. Levantou-se da cama, erguendo-me nos seus braços e lançou-me para a cama. As suas mãos grandes mas delicadas, agarraram-me pela anca e rodaram-me até ficar de barriga para baixo. Disse-me que me queria de joelhos. Disse-me que me queria de rabo bem espetado para cima. Disse-me que o sofá tinha sido apenas um aperitivo.
Mais do que estar húmida, eu pingava. Senti-lhe os dedos a passarem pelos lábios - a abri-los -, a pressionarem o clítoris, a entrarem em mim – primeiro, um; depois, outro. Senti-o a preparar-se, a encontrar a melhor posição. Senti as suas mãos a ajeitarem o meu corpo. Senti-o a encostá-lo a ela. Senti-o a entrar por completo, de uma vez só, sem dificuldade. Soltei um grito de prazer. Senti-me a vir-me.

Disse-lhe que queria que ele voltasse a controlar. Ele disse que nunca deixou de o fazer.


17 comentários:

  1. mas mas... isto são horas para se escrever um post destes? Meu amigo acabei de chegar ao trabalho e ainda tenho pelo menos 8 horas pela frente. Isto assim não há condições! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O post foi escrito durante a madrugada. Se tivesse escrito isto logo de manhã, teria que ir de hora a hora à casa de banho. :)
      Espero que tenhas aguentado e que logo à noite o voltes a ler, de preferância, acompanhado! :p

      Eliminar
  2. Então!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    O que foi isto? ...há pessoas sérias a ler blogues a esta hora!!
    (dizem, não sei de nenhuma)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto foi a segunda parte de um post muito sério! ;)

      Eliminar
  3. NSFW... realmente... pelo menos uns avisos fluorescentes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão :) É o que não dá escrever muitas coisas destas por aqui..
      Mas já meti um aviso do titulo! :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. E senhoras... :)
      Todos gostam! :)

      Eliminar
  5. Bigodes:
    Poderás recriminar-me mas sou daquelas pequenas que, podendo, lê a blogosfera no local de trabalho. No computador ou no telemóvel.

    Não estou habituada a estas coisas da tua parte e, como tal, não estava a olhar para todos os lados para ver se estava segura. O aviso veio tarde.

    Desassossegaste-me.
    De resto, já te vi a escrever pior ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se estás a trabalhar, não tens nada que estar a ver blogues. Ponto. A não ser que seja o meu blogue, aí já toda a gente pode e deve!

      O que podes não estar habituada é a uma imagem mais explicita, porque textos destes, não são novidade. Ponderei se haveria ou não de colocar a imagem, mas decidi fazê-lo.

      Desassosseguei-te porque ficaste preocupada se te viam a brincar no trabalho, ou outro tipo de desassossegamento? :p

      Mas também já escrevi melhor. ;)

      Eliminar
  6. Mas isto passou a sex blog quando?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não passou.
      Este blog é tipo "músicas do mundo", tem um pouco de tudo. Calhou, agora, a estar com uma vertente mais sexual. :)

      Eliminar
  7. Must, tu andas a frequentar blogues ... enfim, não o meu que eu sou gaja fina e nunca escrevo coisas assim, ora! Uma lady baby!

    As meninas ficam assustadas rapaz. Vá, vai lá escrever sobre caveiras e mortes e beijos na boca da cadela.

    Apertos com argola vermelha.

    Ps= texto envolvente e tesudo. Diz quem sabe, que é como se quer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, não ando a frequentar assim tantos blogs como queria e gostava..

      Achas que isto as assusta?

      Beijos

      PS: Obrigado. Era mesmo essa a minha intenção. Que se conseguiosse criar uma boa imagem mental da cena.

      Eliminar
  8. F*da-se, que andas inspirado!

    ResponderEliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!