sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Serviço público: a lagarta dos pinheiros.

Já toda a gente, ou quase toda a gente, sabe que eu tenho uma cadela de quem gosto muito. O nome dela é Moenga, e, embora não esteja com ela todos os dias porque ela está no Alentejo com os meus pais para andar mais à vontade sem estar presa num apartamento, penso sempre nela.

Hoje venho falar sobre ela e aproveitar para fazer um pouco de serviço público.
A minha irmã, ligou-me na quarta-feira a avisar que a Moenga estava internada no veterinário. Disse-me que, depois do diagnóstico, a veterinária lhe disse que aquilo tinha sido por causa do contacto com uma lagarta dos pinheiros. Esta lagarta que, aparentemente, parece fofinha e inofensiva, é na verdade um verdadeiro perigo tanto para pessoas, como paras animais e para as árvores. As árvores são destruidas por elas e as pessoas e animais, em casos mais extremos, podem mesmo correr risco de vida. Estas lagartas possuem mais de 100mil (sim, cem mil!!) pelos no seu corpo, todos eles altamente tóxicos, e quando se sentem ameaçadas, libertam-nos no ar para atingir o seu inimigo. O veneno que os pelos possuem é tão tóxico que a reação é imediata, variando de acordo com o local que esteve em contacto com o veneno. Se for a pele: prurido, irritação e comichão; nos olhos: irritação, inflamação; na boca: inchaço da lingua, necrose da lingua e lábios; etc. Estão a ver que são animais perigosos.

Nesta altura do ano, é quando estas lagartas saem dos pinheiros para se enterrarem no solo e continuarem o seu ciclo de vida. Estas lagartas são também chamadas de processionárias, porque quando se deslocam, o fazem em procissão, criando enormes extensão de lagartas umas atrás das outras. Ora, isto é motivo mais do que suficiente para atrair uma criança ou um animal doméstico. Num passado algo distante, eu e a minha irmã vimos um destes carreiros de lagartas e a nossa reação enquanto miudos, foi de lhes mexer. O resultado foi termos que ir para o hospital receber tratamento. Agora, foi a minha Moenga que as viu e foi brincar com elas. O resultado: está internada no veterinário, a receber soro, antibióticos e remédios para as dores, e vai perder um bocado da lingua. Vai sobreviver porque, felizmente, não engoliu a lagarta. Caso o tivesse feito, a esta hora eu estaria a escrever que não se tinha safado.

Se vivem no campo, se vivem na cidade mas gostam de ir passear para zonas com pinheiros, tenham extremo cuidado nesta altura do ano. Estas lagartas são uma autêntica praga e das perigosas. São um perigo para a saude publica, tanto que a semana passada, uma escola no Seixal teve que ser encerrada por causa disto e alguns alunos internados. Protejam os vossos animais e, mais importante que tudo, as vossas crianças. As crianças e os animais são curiosos por natureza, e verem uma fila enorme de lagartas, é mais do que suficiente para largarem tudo e irem brincar com elas. O resultado pode ser muito grave.

Fica aqui a explicação de um veterinário, o meu aviso e uma foto minha e da Moenga em que ele me está a fazer algo que dificilmente voltará a fazer: esticar a sua enorme lingua para me dar beijinhos!









10 comentários:

  1. como o texto é mt longo, vou abster-me de o ler, qualquer forma, espero que a cadela esta bem. Contudo, permite-me a observação em relação à ultima foto... melhor não comentar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu dizes isso mas aposto que bebes cada palavra e cada calinada gramatical que escrevo e dou!

      oooooh comenta! :)

      Eliminar
  2. Não sabia disto e moro relativamente perto de um pinhal!! Nunca irei passear a minha cadela para lá está visto... Espero que a Moenga recupere rapidamente!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesta altura do ano, e até finais de março/inicios de abril, é preciso muito cuidado, porque é nesta altura do ano que elas saem dos pinheiros para se irem enterrar na terra e pôr ovos e essas coisas. Tens que ter mesmo muito cuidado quando vais para lá passear, tanto contigo como com a tua bichinha.
      A recuperação vai ser demorada, e vai perder um bocado da lingua. Depois ainda é a recuperação disso e o tempo que vai passar até ela se habituar à sua nova vida.

      Eliminar
  3. Demoníaco é achar que conheço a tua cara de algum lado 0.o, mas deve ser da barba. É isso, é da barba.
    p.s- as melhoras da amiga de 4 patas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz-me de onde achas que me podes conhecer e poderemos concluior se sim ou se não.. :)

      Obrigado, Anita!

      Eliminar
  4. Tu és do Alentejo e não conhecias a lagarta do pinheiro?????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei o que é a lagarta dos pinheiros, porque quando era miudo, tive o azar de me meter com uma... Mas a minha cadela não sabe que lhe ia fazer mal, e ela não está presa, anda à solta por onde quer e acho que esta lhe serviu de lição.. :(

      Eliminar
  5. As melhoras para a pequena Moenga. Espero que o pedaço de língua amputada não a impeça de te dar mimos e de fazer a vida normal dela. Afinal, os animais merecem tanto estes problemas como as pessoas.
    Abraço solidário de quem tem bichanos e a quem ia custar horrores uma situação destas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado.
      Felizmente a veterinária é boa e correu tudo pelo melhor.
      O pedaço da lingua já caiu, mas ela ainda consegue beber água, embora com mais dificuldade.

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!