quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Quando um não é tudo menos isso..

Há "nãos" que são tudo menos um não.
E nem digo aquelas situações em que uma gaja boa vai a passar na rua, vestida com uns calções cuecas e um top que deixa ver mais de metade das mamas, um gajo interpela-a, com cara de taradão, baba a escorrer por um canto da boca e uma mão dentro das calças, a perguntar se ela quer ir beber um café com ele, ela diz que não e a coisa acaba com ela estendida no chão de um beco escuro, sem roupinha e sem dois dentes... Nada disso! Falo mesmo quando nos ligam dos bancos ou das agências de seguros a tentar vender o seu produto.

Mas eu, ao contrário da maioria das pessoas, até gosto destas chamadas e atendo sempre e dou conversa aos gajos. Se me estão a fazer perder tempo, aproveito e faço-os também perdê-lo.
Ontem foi uma dessas situações. Telemóvel toca e eu atendo. Ah e tal fala do blá blá blá e queria falar com o Sr. Mustache.., é o próprio.., tem uns minutos para falarmos?.., tenho, sim senhor.., por motivos de segurança posso gravar esta chamada?.., pode, sim senhor, que eu também a vou gravar..! E é aqui que tudo começa. E o gajo começa a falar sobre o produto (neste caso um seguro de trabalho), faz as perguntas todas que me tem a fazer, explica todos os pormenores e vantagens e regalias e preços, e eu sempre a dizer que sim e que compreendo e que realmente é muito bom. Depois ele lá continuou a falar sobre ainda mais vantagens e que se eu quiser aderir sem compromisso, enviam-me os papeis para casa e fico um mês a experimentar sem custos e que se não tiver interessado posso ligar a cancelar, também sem custos. E eu, ignorante como sou, digo que ainda há pouco tempo fiz um seguro de saúde e que agora não preciso. Basicamente, digo que tenho uma coisa que não tem nada a ver com o que me está a falar. Porquê? Porque o gajo pensa que eu percebi tudo mal e volta a explicar-me tudo de novo, desde o inicio da conversa, só não me perguntando se pode gravar a chamada. E nesta segunda explicação eu começo a pôr algumas dúvidas sobre se estarei interessado para me falarem ainda sobre mais regalias e vantagens. E resulta! Neste ponto, até já me começam a falar de um pacote em que o preço é mais baixo, claro que com menos vantagens e regalias, mas, de qualquer forma, um produto muito muito bom. É então que eu digo que não sei se estou interessado e o gajo me diz que tenho um mês para experimentar. Eu digo-lhe que, infelizmente, neste momento, não posso suportar mais uma mensalidade do que quer que seja, por muito baixa que seja, mas que agradeço imenso a chamada porque assim já fiquei a conhecer o produto e quando estiver interessado que entro em contacto com eles. E é ouvir a voz do outro lado a mudar de euforia para desilusão e a desligarem a chamada muito rapidamente, certamente a pensarem que naqueles 17minutos em que esteve a falar comigo para ouvir um não, teria ligado para outras 17 pessoas e ouvido 17 nãos.

Agora, se quiserem experimentar a fazer isto, convém que tenham em atenção alguns pontos:

1- Digam sempre que também vão gravar a chamada.
2- Ponham a chamada em alta-voz.
3- Ponham o telemóvel um pouco afastado de vocês para que vos ouçam mal.
4- De vez em quando e depois de uma explicação, digam que não ouviram bem e se podia repetir.
5- Façam barulhos de coisas a bater na mesa ou vão para um sitio barulhento. Se estiverem num escritório, abram uma janela para se ouvir o barulho da rua.
6- Façam perguntas que nada tem a ver com o que vos estão a vender, passando por ignorantes, mas obrigando a outra pessoa a explicar tudo de novo.
7- Depois de mostrarem interesse, digam que se calhar já não vos interessa tanto.
8- Quando voltarem a insistir, digam mesmo que não estão interessados.
9- Digam que agradecem a chamada e a explicação, mas que já estão decididos a não adquirir.
10- Ouçam a chamada a ser desligada do outro lado e preparem-se para que nunca mais vos liguem daquele número.


6 comentários:

  1. Não tenho vida para isso.
    - Não, obrigada, licencinha, vou desligar. - Pumba.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso te voltam a ligar dia sim, dia sim! :)

      Eliminar
  2. Eu entro em modo "robot" e repito a frase "não tou interessada" de 10 em 10 segundo sensivelmente!
    Mas sim, para os fazer perder tempo, as tuas dicas são preciosas lool

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eles não entendem isso... e depois voltam a ligar-te dia após dia.

      São do best! :)

      Eliminar
  3. Isso é pura maldade, Musta. Já trabalhei em telemarkting, e sou solidária. Digo logo que não estou interessada, mal me dizem qual é produto, se não estou mesmo. Deixa de ser ruim, sim?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é pura maldade. Até estou a ser bastante boa pessoa para muita gente: para as pessoas a quem eles não ligam enquanto falam comigo; e para a pessoa que me liga pois faz o trabalho dela, falando-me do produto completo, sabendo que me explicou tudo e que de facto não estou interessado. Porque eu sei que eles têm que insistir até conseguirem explicar tudo, daí o quererem gravar a conversa, por isso, só os estou a ajudar.
      E tu não sabes se estás ou não interessada até ouvires tudo o que têm para te oferecer.. :)

      Eu sou boa pessoa pá! :p

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!