quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Oh mulheres e meninas, cheguem lá aqui, se faz favor..


 Não, os homens não estão sempre a pensar em sexo. Os homens não querem sempre sexo. Os homens não veem as mulheres apenas como uma oportunidade de os despejar. Os homens às vezes, e pasmem-se meninas, só querem conhecer melhor uma mulher, sem outro tipo de intenção por trás. A sério. Acreditem nisto. Se um homem vos disser que "vamos beber um café para nos conhecermos melhor?", não interpretem logo isto como "vamos ali rápido beber um café que eu quero mesmo é ver as tuas quecas no chão do meu quarto.". Os homens gostam de ter amizades femininas, gostam de ter uma melhor amiga, gostam de ter alguém que os aconselhe sobre roupas e sobre outras mulheres. Os homens têm, acreditem ou não, uma genuína vontade de vos conhecer mais profundamente. Os homens pensam, acreditem ou não, mais vezes com a cabeça de cima do que com a cabeça de baixo. Os homens são, acreditem ou não, bem mais ponderados do que vocês, mulheres, julgam. Os homens são, acreditem ou não, muito mais simples do que aquilo que vocês, mulheres, pensam. Ok, nem todos são assim, é certo, mas a grande maioria dos homens têm tendência a ter estas caracteristicas.

Não estou a dizer que os homens são básicos, nada disso, apenas que são mais terra-a-terra do que as mulheres. O homem, normalmente, não entra em jogos de dizer uma coisa, mas a querer outra e ainda a imaginar que uma outra totalmente diferente é que era bom. Há a teoria que no tempo dos homens e mulheres das cavernas, haviam dois tipos de trabalho: os caçadores e os colectores. Os homens eram os caçadores e as mulheres as colectoras. Porquê? Porque os homens são mais diretos, põem os olhos na presa e é aquilo que querem, focam toda a sua energia numa tarefa. Já as mulheres são mais dadas a dispersarem-se por várias tarefas, conseguem dar mais atenção a outras coisas que as rodeiam e, desta forma, conseguiam ver melhor os vários tipos de plantas e frutos que andassem à procura. Pois que passados tantos milhares de anos, as coisas não mudaram muito. Talvez os trabalhos agora sejam ocupados por homens e mulheres de forma igual. O que não mudou foi o tipo de pensamento. E isto leva-me à questão fundamental deste discurso todo.

Diz que chegou o inverno, a chuva, o frio, a tristeza, a solidão, aquela saudade de estar debaixo das mantas com outra pessoa, o dormir bem abraçado a um corpo quente... Diz até que, agora, as mulheres são capazes de olhar para os homens com outros olhos e dar-lhes "oportunidades" que dantes não dariam.
"Oh Mustache parvalhão, mas do que é que tu estás para aí a falar?", perguntam vocês. E eu respondo. Falo das inúmeras conversas, e posts, e comentários, e histórias de tantas mulheres a queixarem-se da falta de atitude dos homens, que são uns atados, não sabem o que querem, não têm confiança neles, não demonstram vontade, que não são capazes de dar o primeiro passo e que os que dão esse passo, depois não sabem como agir perante uma mulher que se acha super sofisticada e que está a proporcionar a esse homem, o momento alto da sua vida. Pois que eu estou um pouco farto dessas conversas todas e venho-vos dizer umas coisas.

A questão aqui não é a falta de confiança dos homens. Ou melhor, não é a falta de confiança em todos os homens, pois alguns, efetivamente, ficam um pouco amedrontados perto de uma mulher. O fundamental disto tudo é que as mulheres ainda acham que tem que ser o homem a fazer tudo. Até podem vir com um discurso que não têm problemas em convidar um homem para um café (por café entenda-se sair para se conhecerem melhor, no máximo, uma espécie de date), mas lá no vosso interior querem que seja o homem a fazer o pedido. Que seja o homem a mostrar o querer, a vontade, mesmo que a vontade esteja presente em ambos. E é quando o homem faz o convite que entram os jogos por parte das mulheres: o dizer que esta semana não dá e que combinam para a outra; que vão de férias mas que quando voltarem avisam; que têm uma amiga com problemas e que a vão ficar a apoiar. Arranjam todas as desculpas possiveis e imaginárias para um não, mas NUNCA dizem o não. E mantêm esta situação até o homem se fartar e parar de insistir ou até o homem insistir tanto que a mulher acaba por desligar. Os homens são claros nas suas intenções, clarissimos! Se um homem tiver interesse em mais do que só vos conhecer melhor, ele fará questão que o saibam; se quiser, unicamente, conhecê-las melhor, também fará questão de o dizer. E acreditem, um homem prefere um não direto a um infindável tempo de talvez. Se não estão interessadas, digam-nos logo isso; se estiverem interessadas, então caralho, aceitam a porcaria do convite que o homem vos faz! E pode ser logo na primeira vez que ele vos convida! Um gajo não vai pensar que são mais fáceis ou mais dificeis por aceitarem logo ou só ao terceiro convite.

Depois, entra aqui outra questão. Sempre se ouviu falar na igualdade de direitos entre homens e mulheres. Ora, isto para mim, é muito bonito e muito certo, mas se há igualdade de direitos, terá que haver, obrigatóriamente, igualdade de deveres. E isto também se aplica ao nosso tema. Se um homem e uma mulher se conhecem e começam a falar (como estamos na era moderna, por facebook ou mail) e há um interesse de ambos em se conhecerem pessoalmente - porque só se falam pela net, porque têm gostos em comum, porque as conversas são porreiras -, é normal que alguém tenha que fazer esse convite. O homem fá-lo, a mulher diz que não dá agora, mas que também quer. O homem espera uns dias e volta a convidar, a mulher diz que esta semana é muito complicado e que quando puder avisa. Mais uns dias e novo convite do homem, a mulher "sim, sim, sim.. não estou esquecida, mas não tenho parado um segundo. Assim que puder, aviso.". No que depender de mim, não voltam a ouvir um convite da minha parte. Mesmo que o meu interesse fosse o maior do mundo, não volto a tocar no assunto enquanto não for ela a convidar-me para o café que tanto queria ir beber. Mais uma vez, um não direto é bem mais aceite do que um talvez perdido no tempo.

E o que acontece depois? Um gajo vê a tal gaja do café a queixar-se de que os homens são isto e que são aquilo. Não, não são os homens que são fracos, que são conas, que são pouco confiantes, que  tremem só de pensar em falar para vocês. São vocês, mulheres, que têm as merdas todas trocadas dentro dessas cabeças! São vocês, mulheres, que ainda se acham o centro das atenções e que qualquer homem tem que penar as chagas de cristo para poder estar na vossa presença. Para não falar nas meninas que têm os padrões completamente descontextualizados com a sua própria realidade. Gajas que não querem menos do que um gajo alto, musculado, interessante, rico, bem vestido, bem falante, com uma picha de 23cms e que consegue foder a noite toda sem que o periodo refratário o afete. E querem tudo isto, quando na verdade elas estão ao nivel de uma batata! Depois é vê-las a descartarem todos os gajos que não preenchem os requisitos de "principe encantado". Quem sabe os gajos realmente interessantes que vocês não conheceram por causa disto dos padrões. Disto e daquilo do pensarem que um gajo vos quer logo saltar para a espinha.

Acreditem, nem todos os homens vos querem comer, nem todos os homens vos acham giras, nem todos os homens vos acham interessantes. Muitas vezes, é mesmo só o mais puro interesse em desenvolver uma amizade, um genuíno querer em conhecer-vos um pouco melhor.
Façam a experiência e sejam honestas com algum gajo que vos convide para um café. Os homens são seres simples e de leitura fácil. Se ele vos convidar e não quiserem, digam-lhe isso. Se o interesse dele for só levá-las para a cama, ele acabará por deixar de vos falar; se o interesse for tê-las como amigas, continuará a falar convosco sem problemas. Se ele vos convidar e vocês também quiserem, aceitem. Não estejam a adiar tempo e tempo sem data à vista. Melhor! Sejam vocês a convidá-lo! Sejam vocês a dar o primeiro passo, sem constragimentos e sem pensar que vos vai achar fácil. Pelo contrário, vai pensar que têm aquilo que vocês, mulheres, tanto se queixam que os homens não têm: ATITUDE.

37 comentários:

  1. Ahaha gostei! :)
    Confirmo que é perfeitamente possível existir (apenas) uma relação de amizade entre um homem e uma mulher.
    Sim, na generalidade as mulheres tendem a ligar mais o "complicómetro" do que os homens e a verem coisas onde elas não existem. Tendem a fazerem-se de vitimas sem razão e são mais manipuladoras. Mas depois também têm muitas coisas boas, entre as quais a maior sensibilidade, intuição e na maioria das vezes inteligência.

    Indo mais directamente ao motivo do post, julgo que não há nada como ser sincero, honesto e transparente no estabelecimento de qualquer tipo de relação entre um homem e uma mulher, seja ela qual for. Quando assim é não existem motivos para alguém se sentir enganado (se bem que mesmo assim há quem ainda consiga inventá-los).

    Felizmente, nem todas as mulheres e homens são iguais. Existem excepções aos ditos padrões habituais.
    Felizmente por vezes surge alguém que marca pela diferença e aí, quando nos apercebemos disso vale a pena investir numa relação de amor. :)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, existem exceções à regra, que é que ainda vai valendo tanto a nós como a elas. Mas a verdade é mesmo esta: um gajo é sempre mais transparente nas suas intenções e naquilo que pretende. As mulheres tendem a fazer grandes filmes em volta de cada palavra que o homem diz.
      E sim, nada melhor que tudo bem delineado seja no inicio de uma amizade ou de uma relação amorosa (se bem que tudo começa com a relação de amizade).

      Eliminar
  2. Alguém pode fazer um resumo da tese? assim... em... no máximo ... 5 palavras?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os homens também gostam de ir às compras.

      Eu sei que são 8, mas pronto, acho que já te ajuda.

      Eliminar
    2. A sério? Mas isso é optimo! se eu te der o meu cartão, fazes as compras por mim?

      Eliminar
    3. Depende. Posso ir à FNAC com o teu cartão depois de fazer as tuas compras? :P

      Eliminar
    4. E se for para comprar OREOS? Sabes que agora há uma cobertura para bolo de chocolate de OREOS?

      Eliminar
    5. Kelly, vou usar um pouco mais do que 5 palavras, mas bem menos do que as 1464 do post, para te explicar a teoria por mim desenvolvida.

      Se também estás interessada em conhecer um gajo e ele te convida, aceita o convite. Se não queres, di-lo sem medos.

      Diogo, eu sou um espetaculo para as gajas levarem às compras. :D

      Eliminar
  3. Acho que este teu texto já me ensinou umas coisas e fez-me ver que fui muito burra em algumas coisas! Vou tentar lembrar-me dele.
    Obrigada bigodinhos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deve ter sido uma questão de burrice... Se calhar interpretaste mal as intenções dele ou tiveste medo de outra coisa qualquer... a verdade é que as coisas não são lineares e cada caso é um caso.. :)
      Mas o que disse não foge muito da regra geral..

      Eliminar
  4. Acordaste muito bem dispostinho hoje.

    Como é, cafézinho hoje, amigo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acordei sozinho, com frio e fora de horas.

      Quanto ao café.. Eu tenho aulas todos os dias depois do trabalho e já saio tarde, quase às 23h... podíamos ir no fim de semana, mas tenho uma corrida no domingo por isso no sábado preciso descansar.. Talvez para a outra semana, mas depois dou-te a certeza, porque acho que vem cá a Lisboa uma migo meu venezuelano que foi a cuba fazer uma operação aos olhos e sou capaz de o ir ajudar com o filho recém-nascido porque a mulher dele abandonou-os... Uma história mesmo marada...
      Mas assim que puder, eu aviso-te!!!!
      Beijinhos, minha querida!

      Eliminar
  5. Comecei a ler normalmente e acabei por passar à leitura na diagonal (já te disseram que escreves p'a c****?), e percebi a ideia do texto. E concordo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (já te disseram que escreves p'a c****?) - criei um movimento contra os textos grandes do Musta. Queres participar?

      Eliminar
    2. Obrigado blogger, pelo teu comentário. É sempre bom ter a própria plataforma onde tenho o blog a comentar-me, mesmo que seja a dizer que escrevo muito. :)
      Mas isso dizes tu e todas as 4 pessoas que aqui vêm! :p

      Kelly, também quero assinar!

      Eliminar
  6. Depois da leitura feita, vêm aquelas duvidas "Será que não resultou por eu ter complicado demais? Será que estava tão preocupada com o não ser muito fácil que o deixei a pensar que não o queria, de todo?" E provavelmente até foi...
    De qualquer das maneiras, vou guardar este texto nos favoritos e cada vez que tiver uma duvida venho cá ver ahaha :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A vida é simples, nós é que a complicamos.
      E se as relações com as pessoas já são tão dificeis, porque não simplificar os nossos comportamentos? Serve para homens e mulheres...

      Ainda bem que pude ser útil.. :)

      Eliminar
  7. Eu vou usar a minha condição de loira, e alegar que não percebi nada. Nadinha. Como o outro diz, "o tiro passou-me ao lado...".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é porque és pequenina, magrinha e agora que corres, consegues desviar-te bem das balas! :D

      Eliminar
  8. Fiquei confusa... será que sou ninfomaníaca então?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se estiveres a falar da imagem, e fores viciada em sexo (viciada é diferente de gostar muito), então és ninfomaniaca! :)

      (e onde é que vives mesmo? ahhahaah)

      Eliminar
  9. E aqueles gajos que quando uma mulher diz que não acham que ela se está a fazer de difícil.. entram onde nisso tudo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entram no saco daqueles que tu mandas dar uma curva e deixas de falar porque não querem mais nada a não ser saltar-te para cima.. easy. ;)

      Eliminar
  10. Vim aqui parar por acaso e adorei :) Faz perfeito sentido, por vezes deixamos passar oportunidades por complicarmos demasiado as coisas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Alma Jovem. Bem vinda.

      Aqui até falo mais nas oportunidades de conhecer uma pessoa interessante só mesmo ao nivel de amizade, porque começam logo a pensar que ele quer é outra coisa. E sou apologista de que mais vale uma grande amizade do que uma queca espetacular.

      Eliminar
    2. Pois, mas ambos sabemos que não há muitos homens por aí assim e gato escaldado de água fria tem medo.

      Eliminar
    3. Nem mulheres, by the way...

      Eliminar
  11. Simplificar também é o meu mote.

    Eu tenho um grande amigo homem, desde criança. Já fomos melhores amigos, tivemos um envolvimento mais íntimo porque estávamos para aí virados e voltamos a ser os melhores amigos. É muito simples quando ambos estão em sintonia. Quando não estão, é capaz de haver chatice.
    Mas, assim como não concordo que todos os homens são básicos e só querem ver cuecas pelo chão do quarto, também não concordo que todas as mulheres os avaliem dessa forma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha melhor amiga é a minha ex-namorada. :)
      E ambos sabemos que é só mesmo amizade e estamos super bem assim e não trocávamos isto por nada.. :)

      Agora quando um está a pensar em esplanada e café, o outro está a pensar em cama e sexo, pode dar mau resultado.

      Sim, nem todos os homens são como descrevi, nem todas as mulheres são como as pintei.. :)

      Eliminar
  12. Foste tu que me deste tampo 2 vezes e nunca mais deste notícias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque eu sou um gajo bué da mau! :D muahahaha

      Eliminar
  13. Bom, tenho de concordar que as coisas podem bem ser simples. Se é sim, é sim, se é não é não. Já usei as diversas estratégia para negar um convite, mas um 'Não' certeiro ainda é a melhor.

    ResponderEliminar
  14. Bullshit!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    :D

    ResponderEliminar
  15. Meu caro, em todas as situações quem envolvem o género humano, o mal é generalizar. Cada um de nós é diferente. Claro que há características mais ou menos comuns aos indivíduos de determinado sexo, mas as opções daquilo que cada um dá e gosta de receber são muito vastos.

    ResponderEliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!