segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Foder é perto de te amar, se eu não ficar perto..

O que se previa um fim de semana repleto de sexo, acabou por ser um fim de semana sem sexo algum! Quer dizer, houve sexo comigo próprio, mas não me parece que estejam interessados em saber as cenas maradas que faço para me excitar. Escusado será dizer que o vinho que comprei para dois, foi consumido por um, e ainda me consegui embebedar sozinho. Por isto, passo já a contar as restantes coisas fixes e interessantes que fiz nestes últimos dois dias.

Sábado acordei a meio da tarde, fiz um almoço-alarancharado, entreti-me a fazer aquilo que vocês não estão interessados em saber e depois fui ter com uns amigos para irmos ver o concerto de Linda Martini. Não conhecia quase nada da banda a não ser duas ou três músicas que ouvi na sexta-feira à tarde. Mas gostei. A musicalidade deles é bastante boa, têm um bom ritmo e uma excelente presença em palco. Não sei se estariam mil pessoas no concerto, o que lhe conferiu um ambiente ainda mais familiar e boa onda. O titulo deste post é nada mais do que a letra de uma música deles: 100metros de sereia.
Há que constatar duas coisas importantes que me acontecem sempre que vou a concertos: calha-me sempre à frente uma maluco qualquer que delira com a banda e onde quer que eu esteja, toda a gente escolhe aquele sitio como local de passagem. Desta vez não foi exceção e à minha frente ficou um miudo que estava a curtir mais o concerto do que se estivesse a ter sexo com a gaja mais boa do mundo. Ele era abanar o corpo, a cabeça, inclinar-se em ângulos esquisitos e nem mesmo quando fez um headbang mais poderoso e os óculos lhe saltaram do focinho e aterraram 3 metros à frente, ele acalmou. Pior do que este, só mesmo no concerto dos U2 em Coimbra, em que uma miuda se mete à minha frente, carregada com uma mochila que tinha lá a tenda e dois sacos camas, e saltava como se lhe estivessem a enfiar ferros quentes entre as nalgas! O que vale é que ela nem se apercebeu que lhe abri a mochila e lhe roubei 3 sandes com manteiga e dois Bongos de ananás.
A seguir ao concerto, fomos até ao Cais do Sodré beber uns copos e ver as gajas boas. Facto, há muita gaja boa e gira por lá. Facto número dois, elas não querem saber de gajos como eu e os meus amigos. Enfim, elas é que perdem. Foi uma noite normal até estarmos a voltar para o carro e onde vimos uma cena curiosa. Um miudo qualquer sentado no chão, bêbado, a falar ao telemóvel. Mas a conversa deve ter corrido bastante mal pois, depois de alguma dificuldade em levantar-se do chão, não teve dificuldade nenhuma em arremessar o dito telemovel, com toda a força, contra o chão, desfazendo aquele que menos tinha culpa do que quer se que estivesse a passar. Provavelmente, no domingo, quando quis enviar uma mensagem a tentar resolver a discussão, arrependeu-se de ter desfeito o seu maio de comunicação.
Fui para casa e fiz mais daquilo que não vos interessa saber.




Domingo acordei de novo a meio da tarde. Almocei, tomei banho e entreti-me a fazer cenas. Jantei e saí de casa para ir ver o Seu Jorge ao Pavilhão Atlântico. Fui sozinho. É verdade, não encontrei ninguém para me fazer companhia. Mas fui.
O concerto foi bom, apesar de muito instrumental e com muitas músicas mais desconhecidas. Mas tocou as mais conhecidas e que fazia com que toda a gente sacasse dos telemoveis e máquinas para filmar aquela balada ou aquela mais ritmada. Um bom espetáculo de luzes acompanhou um concerto que durou mais de duas horas. Como entrada, tivemos o menino Tiago Bettencourt a partir aquilo tudo e a partir 5 cordas da viola.
Mais uma vez, houve alguém que ficou à minha frente só mesmo para me lixar o concerto, só que desta vez não fiquei quieto e calado. Estava eu muito bem, naquele sitio espetacular, com duas gajas pequeninas à minha frente, conseguindo ver o palco todo, quando um gajo de dois metros de alturas e três de largura, vem, sabe-se lá de onde, e decidi parar mesmo à minha frente. Depois de 5 segundos a olhar-lhe para as costas, arranjei coragem para lhe pedir para ele sair dali. Empurrei-o delicadamente para o lado, e depois de ele olhar para baixo e me ver eu disse-lhe que não achava bem o que estava a fazer. Ele perguntou-me se eu queria ir para a frente dele e eu disse-lhe "Não. Só não acho bem que chegues aqui e te metas à frente do pessoal todo. Não tem lógica.", enquanto começava a sentir o coração a bater a 300 batimentos por segundo. O gajo lá olhou para mim e foi embora dali. Acho que a minha barba impôs algum respeito e ele percebeu que estava em maus lençóis caso ignorasse o meu pedido.
Acabado o concerto, fui para casa e voltei a fazer mais daquilo do sexo sozinho.






Foi assim que se passou mais um fim de semana cheio de emoção e surpresas.
Espero que o vosso também tenha sido bom.

19 comentários:

  1. Ahaha Muito boa toda a descrição! :D
    (lamento a parte do sexo solitário. Melhores dias virão certamente)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredita, tenho mesmo azar sempre que vou a um concerto. E só eu sei como fiquei ao confrontar aquele gajo! :)

      (deixa lá ver se virão..)

      Eliminar
  2. O meu fds foi óptimo. Não fui a concertos mas não me deixaram desconcertada. Ah! e eu tive sexo! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que fazer inveja aos outros é muito mau!
      Fosses de mais perto e ia dar-te umas palmadas! (mesmo que depois levasse uns murros do teu menino! :p)

      Eliminar
    2. Promessas, promessas! :)

      Eliminar
  3. Primeiro, a música chama-se 100 Metros Sereia (e não 100 Metros de Sereia) :P

    Segundo, sortudo do caraças, eu adorava ter ido ver os Linda outra vez (tenho uma panca pela Cláudia, don't ask why).

    Terceiro, viste as cenas que te deixei lá na página do Face? :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, sim senhor. Foi como disse, não conhecia a banda, mas fiquei muito agradado com a surpresa.. :)

      É porque toca baixo!!! O melhor instrumento de todos. :)

      Vi, vi. ainda só não tive tempo para te responder como mereces! :D

      Eliminar
  4. Uns com tanto, outros com tão pouco.

    Tiago Bettencourt? Tinha ido só para o ver a ele :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, parece-me que tiveste um fim de semana em grande... Eu fiquei a seco... :(

      Sim, o menino dos Toranja. Mas ele tem barba, não irias gostar, quase de certeza..

      Eliminar
  5. Eu tinha bilhetes, não os usei, e só soube depois que o Tiago Bettencourt ( com quem me casava!), fez a primeira parte. Vou tentar esquecer este assunto todo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá, grande falha! Isso foi tudo por saberes que eu iria estar por lá? :( ao menos que os desses a alguém..
      Eu lembrar-te-ei sempre que possivel.. :p

      Eliminar
  6. Parece-me que o fim de semana te correu bem, tirando a parte do sexo solitário ;-)*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sexo solitário também pode ser muito bom.. :p

      Tirando isto, foi mesmo muito bom.. :)

      Eliminar
  7. E se parasses de gozar com os pobres hum? nem sexo, nem concertos, nem nada... humpf!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só tive mesmo os concertos como alguma coisa de jeito... de resto, foi um fim de semana normal e de gente pobre.. :(

      Eliminar
  8. Se fossem 3 miúdas baixinhas, quase arriscava dizer que era eu, mas nós, mesmo sendo mini-doses não nos metemos assim à frente de ninguém :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E por acaso até eram 3 meninas... e pela posição das fotos, podes tentar perceber se estavam por perto... uma coisa que pode ajudar ainda mais. a meio do concerto, uma gaja que lá estava ao meu lado, sentiu-se mal e estava sentada no chão em sofrimento.. :p
      É o que dá ficarem muito perto de mim, não aguentam os calores da excitação e depois têm quebras de tensão.. :p

      Eliminar
    2. Eu estava mais a meio, mas à minha frente também estava uma tipa sentada no chão, resta saber se também tinhas passado por ela ou aquilo era da cerveja eheheh

      Eliminar
  9. Anónimo20:36:00

    Oh Musta, já estragaste a boneca insuflável de novo?

    Deixa lá, por vezes é melhor fazer sexo sozinho, que mal acompanhado

    ResponderEliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!