sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Um poema que eu fiz..

O céu está azul
As nuvens estão branco acinzentadas
As árvores estão verdes
Há carros nas estradas

Os pássaros voam pelos ares
Os lagartos correm pelo chão
O que queria mesmo almoçar
Era batatas com feijão

O verão é fixe
Mas eu eu gosto mais do inverno
Não é por nada em especial
Mas este calor parece o inferno

As pessoas vão para a praia
Mas eu estou a trabalhar
Ainda estou para ver
O que é que vou almoçar

A vida é dura
Já a minha avó me dizia
Eu gosto muito dela
Mas acho que o ferro é mais duro

Há borboletas no estomâgo
Há amor no ar
Só já falta uma hora
Para eu ir almoçar

Gosto do amor
Gosto da paixão
Gosto do meu pai, da minha mãe
Da minha irmã e do meu irmão.

O tempo perguntou ao tempo
Quanto tempo o tempo tem
O tempo não respondeu
Porque o tempo não fala.

Mamas.

22 comentários:

  1. Ora bolas... perdi-me! Mamas rima com o quê? :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não rima com nada. É apenas uma boa forma de terminar o poema.

      Eliminar
  2. AHAHAHAH!! Não sei do que gosto mais...mas a escolher, será este:

    Há borboletas no estomâgo
    Há amor no ar
    Só já falta uma hora
    Para eu ir almoçar


    E as Mamas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh isso é porque andas à procura do amor! ;)

      Mamas é sempre fixe! :p

      Eliminar
  3. Temos um verdadeiro poeta.
    "A vida é dura
    Já a minha avó me dizia
    Eu gosto muito dela
    Mas acho que o ferro é mais duro"
    Onde está a rima??? ehehehe

    O poema está fantástico.
    Acho que gostas mais de comida do que "mamas" eheheheh
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou começar a dedicar-me mais a poemas! :)

      Nem todos têm que rimar. Dá-lhe logo outro encanto! :)

      Hmm deve estar muito equilibrado, esse gosto! :)

      Beijinho

      Eliminar
  4. A gaja que tens dentro de ti partilha casa com um Pedro Abrunhosa!! Isso com uma melodiazinha dramática e uma voz rouca e é o próximo hit nacional :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com a musica do "Momento" fica um espetaculo!! :)

      Eliminar
  5. A tua inspiração espanta-me *.*

    ResponderEliminar
  6. A tua inspiração,
    É tanta que faz doer.
    A tua grande paixão,
    É descansar e comer.

    Embrulha e mete um lacinho. ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E mamas, também gosto de mamas! :)

      Eliminar
  7. Olha, o moço é poeta! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a dar os primeiros passos! :)

      Eliminar
  8. gosto dos poemas quando chegam ao fim... principalmente o teu. mamas.. coiso... mamas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dificilmente acabaria melhor! ;)

      Eliminar
  9. Olha que tu estás lá.... fico sem palavras...
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que me vou tentar fazer mais coisas destas.. :)

      Beijinhos

      Eliminar
  10. Queres meter-me em trabalhos. Queres que sussurre mamas no fim, é???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim! :)
      Entretanto a ver se te arranjo um refrão! ;)

      Eliminar
  11. Estás um poeta!
    Gosto especialmente da última palavra xD

    ResponderEliminar
  12. A melhor quadra foi "MAMAS".

    ResponderEliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!