quinta-feira, 14 de março de 2013

Anh? O que é que disseste?

Dinheiro, propriedades, riquezas, fortunas... Tudo isto pode entrar no campo das heranças! As heranças são algo de muito bom, que normalmente estão associadas a algo mau, a perda, a morte, de uma pessoa que nos é querida... Portanto, se a minha mãe decidiu dar-me uma herança ainda em vida, obviamente que não foi algo de bom! Diz até que foi uma doença... Nada contagioso, apenas hereditário! Otosclerose!

Se clicares nesta frase ficas a saber o que é! True Story!

Ora, por decisão unânime dos meus papis, eu teria que vir ao mundo como um ser feio, que visse mal e que também tivesse dificuldades em ouvir. Só faltou mesmo ser gago (mas pronto, digo muito disparate, o que também é mau).

E se os males das vistas foram detetados logo aos 4 anos de idade, quando me sentava a 20cms da tv e mesmo assim confundia o Companhia com um Unicórnio, começando desde essa idade a usar óculos para viver o resto da infância e adolescência a ser apelidado de "4 olhos", os males dos ouvidos só foram detetados bem mais tarde, já em adulto. E só me comecei a aperceber disso quando grande parte das pessoas que falavam comigo, quase me batiam ou me viravam as costas, porque pensavam que eu as estava a ignorar.. A triste verdade é que eu simplesmente não os ouvia ou percebia, pedindo para repetirem várias vezes a mesma coisa!

Decidi então que tinha qe averiguar o que se passava, e após umas quantas idas aos doutores dos ouvidos, a solução passa pelo uso de aparelhos auditivos.

Os ditos aparelhos, um azul e um vermelho para não me enganar no ouvido!

E desde que os comecei a usar, a minha vida é completamente diferente, com muitas coisas boas e apenas duas más.

Uma das boas é que eu pensava que já não haviam passarinhos a voar, ou os poucos que haviam, coitadinhos, padeciam de uma doença que os tornara mudos, abrindo a boca sem emitirem qualquer som, quais peixinhos no aquário.. Afinal era eu que não os ouvia! Outra grande diferença foi a ouvir música. Dantes ouvia apenas bateria, guitarra e voz. Agora já consigo ouvir até ferrinhos e reco-reco! Nas aulas nem preciso comentar, mas fazendo-o, agora consigo ouvir os professores a murmurarem e os meus colegas a atualizarem os estados no facebook, em telemoveis sem teclado, durante as aulas.

Mas como tudo, onde há o bom, costuma haver o mau. E eu que pensava que era um condutor espetacularmente espetacular, afinal não ouvia era os outros a buzinarem-me e a chamar todo o tipo de nome à minha querida mãezinha, excepto Maria!

Mas o pior, pior pior mesmo, é que agora com os aparelhos, ouço tão bem, mas tão bem, que consigo ouvir os meus próprios pensamentos com clareza... E meu deus, como eu agora compreendo as pessoas que me chamavam maluco!

2 comentários:

  1. LOL!
    Meu grande parvalhão! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. epá, mas fora de brincadeiras, é uma diferença que nem imaginas.. :)

      Eliminar

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!