sábado, 7 de julho de 2012

Pensei que fosse fácil

Eu pensei que fosse fácil
mas estava tão longe
do que eu idealizava.

Porque os planos eram claros
mas perderam-se na noite
A mão que segurava, me empurrou.

Eu pensei que fosse fácil
bastava acreditar,
lançar-me à vontade.

O farol que iluminava
as pedras do caminho
alguém que me esperava.

Eu pensei que fosse fácil
mas tens de me ajudar
meu coração é frágil
e tarda em levantar.

Pensei que fosse fácil
sem mal, sem dor nem fel
um laço apertado
um barco de papel.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!