quinta-feira, 5 de julho de 2012

O surreal caso do roubo do quadro de Salvador Dali

O caso foi noticia no dia do roubo e tomou contornos surreais, quase lembrando o filme "The Thomas Crown Affair", no dia da sua devolução!

(Cartel del Don Juan Tenório)

O quadro "Cartel del Don Juan Tenório" do pintor surrealista Salvador Dalí, avaliado em cerca de 150mil dolares (118mil euros), foi roubado em NY da galeria de arte Venus Over Manhattan e depois devolvido por correio pelo próprio ladrão, após ter enviado um e-mail a falar desse mesmo envio. Do que o ladrão se esqueceu, foi que, com as novas tecnologias já é possivel saber, com precisão milimétrica, de onde foi enviado o e-mail, tendo sido já preso pelas autoridades competentes.

Sabe-se agora que este ladrão grego já era há muito procurado pelas autoridades internacionais por outros roubos e posteriores devoluções. Fontes próximas da autoridade revelam que o quadro foi devolvido, após o ladrão saber que afinal a mulher que ele estava a tentar seduzir, ser afinal, uma fã de Miró e não de Dalí. E uma vez que o quadro também não ficava bem com o papel de parede da sala, devolveu a pintura, ficando apenas com a moldura para usar numa foto com dois gatos. As mesmas fontes revelam ainda que este era o 'modus operandi' para conseguir enganar turistas ricas e poder-lhes roubar os seus bens.
Embora o seu primeiro caso tenha sido pouco notório, tendo tentado enganar uma turista francesa com duas baguetes e um mimo, o seu caso mais emblemático nem sequer é o do quadro de Dalí. De entre as dezenas de roubos/devoluções, o mais famoso remonta ao ano de 2008, quando ao tentar ludibriar uma turista inglesa, este 'Senhor do rouba e devolve' (alcunha dada pela polícia), deslocou-se até Inglaterra e levou consigo a própria Rainha Isabel II, que depois na Grécia, fez passar por sua avó à frente da turista. Mas mais uma vez, os planos sairam furados e ele enviou a Rainha de novo para Inglaterra num autocarro, dando-lhe apenas uma salada Grega para a viagem (que devido a ter azeite, acabou por cozer os vegetais, tornando-a incomestível).

Agora é aguardar a leitura da sentença do tribunal e, sabe-se que a juiza é originária da Ilha de Páscoa. Esperemos que ele a tente seduzir vindo a Portugal roubar um Coelho, mas que desta vez não tenha oportunidade de o devolver!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!