sábado, 16 de junho de 2012

Barcelona y El Gran Salvador Dalí!

Surreal!!
Esta é sem dúvida a palavra indicada para descrever esta viagem!
Começamos logo pela forma como foi decidida, noite sem dormir = planear viagem para o dia seguinte!
E teve de tudo, até os meus 15minutos de fama! Mas já lá chegamos!!

Dia 0 - Organizar tudo!

Segunda feira, pelas 9h da manhã, já estava eu na net a ver os voos mais baratos para o dia seguinte para Barcelona. Cheguei à conclusão que baratos não havia muitos, e os que havia eram com horas de voo que não interessavam nem à carochinha! Após algum tempo, Easyjet foi a escolhida! Avião: Check!
Depois foi escolher alojamento. Não que eu tivesse problemas em dormir na rua (que vi lá muitos a fazerem-no), mas numa cama sempre se tem outro conforto! O ideal seria o mais central possivel, para não ter que me deslocar muito de um sitio para o outro, e evitar os transportes publicos! Não, não tenho fobia a transportes publicos nem nada que se pareça, simplesmente não queria comprar os passes diários, porque não me iria compensar, e andar perdido pelas ruas, também é interessante! Lá encontrei o que me pareceu mais decente na zona de Las Ramblas! Hostal San Ramón foi o escolhido, e depois viria a descobrir que não era assim tão decente quanto parecia! Dormida: Check!
Próxima etapa tinha mesmo que ser o aluguer do carro para me levar até Figueres e ao Museu do Salvador Dalí! Coiso e tal, lá escolhi o mais barato e a ser levantado na Estació de Sants, pois só precisava dele para o segundo dia, e não queria levar logo do aeroporto! Carro: Check!
E pronto, faltava só fazer a mala e esperar que o amanhã chegasse para embarcar!

Dia 1 - Adios Portugal, Hola España!

Digamos que foi mais outra noite sem dormir! A excitação da viagem assim não o permitiu! Banhoca às 7:30, vestir, comer, dizer adeus à maezinha e por-me ao caminho! O voo era às 11:45, por isso convinha estar lá antes das 10h! O carro decidi deixa-lo num dos parques do aeroporto, por 18€, ficou guardado em segurança e à sombra!
Após check in foi laurear a pevide pelas lojas e comer qualquer coisa de novo, pois a hora de almoço tava próxima e dentro do pássaro de metal, é tudo muito caro!
Embarque!! Iupiiii!! Lugar mesmo em cima da asa para ser o primeiro a vê-la a cair, fosse caso disso! Não foi! Mas não por falta de tentativa de alguma força superior! Mais parecia que estava a fazer a viagem num tractor e por caminhos de cabra, tal a turbulência que se sentia lá por cima das nuvens!
Chegada a Barcelona, apanhar o aerobus ate ao centro da cidade, fazer check in no hostal, largar a mala, e partir à descoberta da cidade! Como não sabia para onde me virar, um posto de informação foi a melhor solução! Mapa da cidade e apenas quatro indicações: "está aqui, segue até este mcdonald e segue recto até ao próximo mcdonalds, vira à direita e chegou ao seu destino!" E verdade seja dita, Mcdonalds em Barcelona há-os aos montes!! E acabam por ser mesmo o melhor ponto de referência para localização e..... alimentação!! :)
O hostal, pois..... A cama abanava e rangia por todo o lado, a "casa de banho" tinha um lavatório e um duche. A sanita, a sanita estava no corredor para a malta toda do piso! :) Mas o quarto só era preciso para dormir e guardar as cenas, por isso, não me incomodei muito!
Primeira incursão pela cidade! Catedral de la Santa Cruz e Santa Eulália, expoente máximo do gótico! Edificio grande e bonito por fora, glorioso, reluzente e dourado por dentro! Dá que pensar em todo o ouro que a igreja usa nela própria e depois vem apregoar que temos que ajudar os pobres e a própria igreja! Catedral vista, segue até ao local mais próximo, Arco do Triunfo! É mais um arco, quase igual a tantos outros que existem em tantas cidades europeias. Perto do arco, existe um parque, e mesmo sem saber foi ter a uma enorme fonte, algo que impressiona mesmo! A Font de la Cascada no Parc de la Ciutadella! Voltita pelo parque, ver um mamute à escala real, e tomar o caminho de regresso para o centro da cidade, que começava a ficar de noite, a fome aparecia, e convinha deitar cedo porque o erguer no dia seguinte também era cedo! Jantei pelas Ramblas, num bar bem catita com umas empregadas ainda mais catitas, vi a bola, fui beber um cafezito a uma esplanada e cama!



 
Dia 2, parte 1 - Dalí, Dalí, Dalí!!!

Acordar, tomar banho, taxi até à estação, levantar o carro (VW Polo 1.6 TDi, máquina!!), conduzir até Figueres, estacionar perto do museu, e correr para a fila da entrada!
A verdade é que a viagem foi planeada e pensada quase exclusivamente por este motivo, vir ao Teatre-Museu Dalí, localizado na cidade que o viu nascer e morrer, Figueres! O edificio por fora é algo que, obviamente, foge do normal. Enorme, todo pintado de vermelho cravado de uns adornos dourados e no topo, uns imensos "ovos de galinha" a toda a volta! Comprar bilhete, entrar e ver logo à entrada o Cadillac que conduzia. Depois foi subir para a zona onde está exposta parte da sua obra! E foi aqui que também comecei a ver mais olhos em mim do que nos quadros! Cheguei a pensar que algum passáro me tivesse feito uma real poia na cabeça, mas depois fiquei a saber que era apenas por causa do meu bigode! O museu estava repleto de turistas, excursões, pequenos grupos.. muitas vezes mal se conseguia entrar numa sala para ver os quadros! 
O que posso dizer de tudo o que vi?! Dalí era de facto um génio, talvez um génio ainda maior devido às suas obcessões, manias, alucinações e o Amor que tinha pela sua mulher, tantas vezes retratada nas suas pinturas! Não que eu seja grande entendedor de arte, mas vi de tudo lá! Desde pinturas do seu inicio e completamente abstratas até pinturas de um real incrivel, parecendo quase fotos, mas sempre, sempre, com uma carga de surrealismo implicito! Não estavam neste museu algumas das suas obras mais emblemáticas e conhecidas, mas digo com toda a ceretza que foi o museu que mais gostei de visitar até hoje! Talvez tenha que planear uma visita a NY e ao MoMA para vê-los!! Who knows?! :)
E foi durante esta visita que tive os meus "15 minutos de fama" mais incriveis de sempre! Enquanto uma excursão passava por mim, um homem olha para mim (apenas mais uma pessoas das centenas que me miraram à seria!), ri-se e chama-me Salvador Dalí! Chama um amigo, aponta para mim e chama-me Dalí de novo! Escusado será dizer que toda a excursão ao passar por mim, olhou, sorriu e comentaram lá coisas em estrangeiro! Passados dois minutos, vem o tal homem ter comigo e pergunta-me se pode tirar uma foto de mim! Fiquei tão sem saber o que dizer que aceitei! Depois pequeno diálogo com ele a explicar que o meu bigode não era só por estar ali naquele dia, mas que usava todos os dias, mas que devido ao Dalí! Continuei então a minha vida e visita, sempre sob o constante olhar dos restantes visitantes!
Vi o Museu, vi as suas obras e adorei!
Almoço-alancharado e regresso a Barcelona para ver mais algumas coisas, se ainda tivessem abertas!

 
Dia 2, parte 2 - Barcelona otra vez!

O regresso podia ter corrido melhor, mas também podia ter corrido bastante pior! A verdade é que o iPhone é uma máquina do camandro, mas a bateria... ooh god!! a bateria!! Às vezes parece que se aguenta menos que um gajo que esteve preso durante 20 anos, que vai fazer o amor com a mulher e sofre de ejaculação precoce! Sim!! Se olharmos com atenção, até se vê a % da bateria a descer! Com isto quero dizer que quase a chegar a Barcelona fiquei sem GPS, e não fazia puto de idéia onde era a estação para devolver o carro! Lá andei às voltas e finalmente dei com ela! Entreguei o carro, mas já não ia a tempo de ver o inicio do jogo de Portugal! Fui até ao bar onde tinha estado no outro dia, pedi uma pizza e uma cola, festejei um golo da Dinamarca e saí de lá triste com a vitória da seleção! Ainda era de dia, por isso fui ver A Sagrada Familia! Não a apanhei ainda aberta por minutos, por isso só a vi por fora! É qualquer coisa de extraordinariamente impressionante e colossal!! Imagino quando as obras acabarem! Se é que alguma vez vão acabar! Acho que não, está em obras há tanto tempo, que já faz parte do ex libris! Descansar num banco de jardim ali próximo, e preparar-me para a viagem de regresso de 1hora a pé até ao quarto! Dormi que nem um anjinho, tal não era a estafa!


 Dia 3 - Adios Barcelona, ainda cá hei-de voltar!

E estava prestes a acabar a viagem! Depois do check out, fui até à Praça da Catalunha, aproveitei para almoçar no Mac e apanhar o aerobus para o aeroporto! Tivesse chegado ao aeroporto 30minutos depois do que cheguei, e o mais certo era ter perdido o voo! Apenas 2 balcões abertos apra o check in de centenas de pessoas, incluindo algumas viagens de finalistas, que me fez estar 2horas na fila! Faltavam 30mins para a hora do voo quando finalmente estava despachado! A viagem para Portugal foi sem duvida mais calma em termos de turbulência, tanto que consegui dormir um pouco! Chegar a Portugal, ligar para o transporte do estacionamento, ir buscar o meu carrito e meter-me a caminho de casa! The end!!

Considerações finais... Adorei a cidade de Barcelona, amei o Museu do Dalí, e Barcelona é cidade que onde terei que voltar para ver tudo o que não consegui desta vez! Às vezes as coisas planeadas sem plano, acabam por correr bastante bem e deixar-nos com vontade de as repetir!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não é por nada, nem quero influenciar ninguém, mas diz que quem comentar neste blog, é uma pessoa espetacularmente espetacular!