sábado, 22 de dezembro de 2012

"Que sejamos todos felizes"

Há coisas que merecem mesmo ser partilhadas! Mesmo que não entendam espanhol, conseguem percebe a beleza deste vídeo.
O jovem chama-se Emilio Rodriguez, e soube que uma senhora sem-abrigo fazia anos. Sem qualquer problema, levou-lhe um bolo de aniversário, uma vela e um balão.
Contagiados pela atitude do jovem, juntaram-se ali algumas pessoas, que cantaram os parabéns à senhora. Na altura de soltar o balão, em forma de pedir um desejo, ela não desejou dinheiro nem sair da situação em que se encontra. Fez antes um simples pedido que pouca gente se lembra de desejar: “Que sejamos todos felizes!"


quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

My hair is alive!

Ora se há coisa que eu tenho em abundância é pontos fortes... qualidades! Coisas que fazem de mim uma pessoa bastante acima da média. E um desses pontos fortes é mesmo o meu cabelo!
É verdade.. o meu cabelo! Segundo dizem alguns cabeleireiros de renome que já tiveram o privilégio de trabalhar o meu cabelo, and I quote:

"Simplesmente excelente" - Pedro Canas

"Até é uma pena cortar aqueles fios do paraíso" - Zé Ramos

"Passava o dia todo a entrelaçar os dedos naquela seda, se pudesse" - Jo Hansford

"Sinto vontade de cobrir o mundo com aquele cabelo" - Anthony Mascolo

Mas por ser tão forte, algumas vezes acaba por ter uma personalidade e vontade própria, muito difícil de controlar. E agora está numa dessas fases! E o engraçado nisto tudo é ver as várias alterações que sofre durante o dia, mesmo sem eu lhe mexer.

De manhã, quando acabo de tomar banho e me pentear, é assim que ele fica:


Mas só fica assim durante o tempo que demoro a chegar ao trabalho, porque assim que entro no office, já ele está assim:


E depois, durante o dia, não sei que voltas é que ele dá, o que é que se passa, mas a verdade é que no final do dia, quando chego à faculdade, ele está assim:


Não, não me perguntem como é que isto acontece! A única coisa que vos posso dizer é que entre deslocações, não é assim que o faço:



PS: a cara de parvo, acompanha as mudanças do cabelo!

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Acerca de passar a ferro..



E ao fim de 2 meses a viver “sozinho”, chegou o momento que eu mais temia.. ter que passar a minha roupa a ferro!

Não, não tenho roupa suficiente para estar 2 meses sem ter que a passar, mas felizmente, da primeira vez que esse momento aconteceu, tinha a minha mana a visitar-me, e bondosa como só ela sabe ser, deu um jeitinho no monte de roupa que eu já tinha acumulado!
E a verdade é que a tive quase a convidar para me visitar novamente neste fim-de-semana que passou, mas pensei cá para mim mesmo: “há altura em que um rapaz deixa de ser menino e se transforma num homem, por isso, vou passar a minha roupa a ferro!”

Escusado será dizer que fui burro e rapidamente me arrependi de tão cruel ritual de passagem a homem… mas por outro lado, fez-me compreender certas coisas, e ao fim de 1h40m a passar 10 t-shirts, 2 camisas, 1 camisola e 1 par de calças, foi isto que aprendi:

1 – Passar a ferro dá umas dores nas costas como nunca imaginei. Ao fim de 30mins parecia que me estavam a bater com um barrote sempre que mexia os braços.
2 – Por mais que eu goste de usar camisas, nunca mais vou comprar nenhuma, apenas pelo trabalho que dão a passar! É as mangas, é o colarinho, é entre os botões, é ser impossível manter a camisa direita em cima da tábua,..
3 – T-shirts é muito bonito e tal, mas decidi que de inverno só vou passar o colarinho, pois é a única coisa que se poderá ver debaixo de uma camisa! Tanto faz se o resto está cheio de vincos ou não… (também, pelo andar da carruagem, não preciso preocupar-me muito em ter que tirar a roupa em frente a alguma miúda e ela “ah e tal vê-se que essa t-shirt não foi passada.. já não te quero dar prazer sem fim, pois um homem que não se preocupa com andar com roupa passada também não se preocupa em agradar uma mulher!”) quase de certeza que é isto que ela irá dizer..
4 – Como não vou mais comprar camisas, se calhar sempre tenho que passar as t-shirts por completo (o que tem o lado positivo da miúda me ver todo catita e engomado e me dar o prazer)
5 – Calças e camisolas até é fácil.

Em suma, e como já tinha dito, passar a ferro é como uma dança sublime e graciosa, em que se não sabes os passos, estás completamente desgraçado da vida!

 (o meu notável feito)

PS: o meu próximo desafio vai ser saber onde prender as molas quando estendo a roupa no estendal, de forma a não deixar vincos difíceis de tirar com o ferro.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Diz que chegou o frio



Diz que já chegou a chuva, o frio e o inverno!

Faz parte da normalidade da natureza, mas é daquelas coisas que toda a gente dispensava bem. Quer dizer, toda a gente não! Porque há por ai muita gente a dizer que o frio e chuva e Inverno é que é bom! E a vontade que sinto, é de lhes pregar dois estalos no focinho e chamar-lhes estúpidos! Mas não o faço… Mas depois acontece este diálogo:

Eu (pessoa extremamente excelente): “Então mas e gostas mais do calor ou do frio?”
Pessoa estúpida (mas a quem não o chamo): “Do frio..”
Eu (pessoa extremamente fixe): “Porquê?”
Pessoa estúpida (que agora já o é mesmo): “ah porque com o calor não há nada a fazer. Se está calor, está calor. Mas com o frio, podes-te sempre aquecer, e ficar em frente à lareira, e vestir mais roupa quentinha e ficar debaixo das mantas,..”

Estupidez!! Completa estupidez! Ou estas pessoas são mesmo estúpidas ou então hibernam no inverno e não saem à rua! Porque vamos lá a ver. É certo que no verão muitas vezes está tanto calor que podemos estar em tronco nu, só de cuecas ou mesmo todos nus, que a coisa só passa com um belo de um banho com água gelada. Mas depois um gajo veste uma t-shirt e uns calções e vai para a rua às 10h da noite e está-se que é uma maravilha. Agora com o frio não! Um gajo tá em casa com 5 mudas de roupa, em frente à lareira e se alguém nos convida para sair, dizemos que não! Porquê?! Porque primeiro não tomamos banho à 3 dias, porque isso implica sairmos de baixo de água quente todos nus e vestir roupa gelada, e depois porque daquelas 5 mudas de roupa que temos vestidas, 2 delas são cobertores e outra é uma manta, e só o simples facto de nos mexermos, cria a possibilidade de se abrir uma nesga na roupa, aparecer um cadito de pele e, pimba!! Toma lá com o frio pela espinha acima e adeus calor acumulado de 2horas em frente à lareira! E depois se temos a audácia de sair de casa, ainda temos que conseguir ser malabaristas com o guarda-chuva numa mão, telemóvel na outra, chaves do carro na boca, tentar abrir a porta do carro e entrar, e quando finalmente nos sentamos, reparamos que estamos todos encharcados dos pés à cintura, e o penteado já foi à vida! Epá, não há condições!

Outra coisa é um gajo ficar mais facilmente constipado. E eu odeio estar constipado. Nem é por ter que ficar em casa de baixa, nada disso. É mesmo porque um gajo anda sempre ranhoso! E andar com um reboque de lenços de papel atrelado a nós! E lenços de papel ranhosos são das coisas mais nojentas que existem! Um gajo assoa-se 3 vezes e o papel está completamente encharcado em ranho! E um gajo guarda aquilo no bolso, e depois esquece-se e mete também no mesmo bolso o telemóvel ou as chaves do carro, e quando as vai tirar de lá, até se arrepia quando toca com a mão num lenço ranhoso gelado!! E as coisas ficam todas cheias de ranho, e ranho é uma coisa nojenta. E mais, um gajo ainda está sempre a pingar ranho. E estamos a tentar ter uma conversa com um amigo ou a tentar engatar uma gaja, e tá sempre ali a aparecer a pinga no nariz. E um gajo ou tá sempre com o lenço no nariz e a falar que parece o sapo cocas, ou a fungar numa tentativa vã de recolher a pinga, ou esquece-se e até limpa com a mão e depois ficam a pensar que somos uns porcos da merda que nem um lenço usamos!

Outra! Quase de certeza que estas pessoas que dizem que o frio é que é bom, nunca viveram no Alentejo! Aquilo não é uma Rússia, mas não está muito longe. Ali um gajo sabe que ao sair de casa tem 50% de hipóteses de estar um briol do caraças e 70% de estar um vento daqueles que parece que traz facas invisíveis que nos cortam o pescoço e as orelhas, e mesmo que uses um cachecol e um gorro, não tens escapatória possivel ao sofrimento!

É interessante… É interessante como é que há quem prefira o frio ao calor!

É isto! E vá, fiquem com mais frio… aaah gente estúpida…

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

O homem que visitou o Inferno e o Céu



Hoje não me apetece fazer um post engraçado com uma história inventada por mim.
Hoje também não me apetece falar sobre um qualquer acontecimento da minha vida.
Hoje apetece-me dar um ar sério a este blog e falar sobre um assunto sério.
E não, não é sobre um qualquer assunto político ou económico ou de entretenimento. É mais uma coisa transversal a toda a sociedade e que me parece estar presente em todo o mundo. E para isso nada melhor que uma pequena história.

            Certo dia, um homem foi enviado a conhecer o Céu e o Inferno. Primeiro visitou o Inferno, e ao lá chegar ficou impressionado com as almas em redor de uma mesa repleta de comida. Tanta comida que duraria uma eternidade a ser consumida. Mas todas as almas estavam famintas, pois as colheres, que estavam atadas às suas mãos, eram demasiado longas, e era-lhes impossível levar a comida à boca. A frustração e desespero por não conseguirem comer, era a sua tortura eterna. Depois foi visitar o Céu, e ao lá chegar, deparou-se com situação idêntica. Uma mesa repleta de comida e almas com colheres igualmente longas presas às mãos. Porém, aqui, todas as almas estavam felizes e satisfeitas, pois alimentavam-se uns aos outros, estendendo as suas colheres até à boca dos outros.

            A história fala por si, e em boa verdade é isto que eu vejo na maioria das vezes, a falta de entreajuda entre as pessoas. Vejo pessoas angustiadas, mas tão centradas no seu umbigo que são incapazes de estender a sua colher para ajudar quem está igualmente angustiado. Pessoas que preferem ver a sua comida a estragar na concha da colher, a dar a alguém que precise de comer. Claro que isto é apenas uma alegoria, ninguém anda por aí com colheres compridas, mas podemos transportar isto para muitas situações do dia-a-dia. Há que haver mais espírito de ajudar o próximo, sem esperar nada em troca. Não há maior gratificação do que sabermos que fizemos alguém feliz!

Não me vou alongar muito mais sobre o assunto, senão ainda vou ouvir dizer que voltei ao meu estilo de blog e escrita anterior, onde só via maldade e escuridão no mundo, até porque felizmente também conheço muitos casos de bondade (muitas vezes extrema e/ou de onde menos se esperava), mas apeteceu-me passar esta mensagem.

Mais ajuda, mais respeito, mais altruísmo, menos egoísmo = mundo melhor!

domingo, 11 de novembro de 2012

Abertas as inscrições!

Uma vez que tive o azar de dizer publicamente no outro dia que era um homem disponivel para o amor, o assédio na rua e nas redes sociais tem sido tanto que começo a ficar preocupado com a minha segurança!

Por isso achei por bem criar um questionário de aplicação, com algumas perguntas que me vão ajudar na primeira fase de selecção das candidatas. São perguntas muito generalistas que me vão permitir conhecer melhor as candidatas.

É só preencherem, enviarem para o meu mail ou por facebook, e esperarem uma resposta minha.


Questionário de aplicação para seres minha namorada

1 - Tens alguma alergia a cães?
      [  ] Sim
      [  ] Não

2 - Como te sentes em relação a cães?
      [  ] Amo-os!
      [  ] Odeio-os
      [  ] Assim assim
      [  ] Eu praticamente queria ser um cão!

3 - Quantos cães tens?
      [  ] 1 a 3
      [  ] 4 a 6
      [  ] Mais de 7
      [  ] 0 (porque é que ainda aqui estás?)

4 - Se respondeste 0 na pergunta anterior, como te sentes em, potencialmente, ter muitos cães? E quero dizer, MUITOS CÃES!
      [  ] PARTY TIME!!
      [  ] hmmm não!

5 - Gostas de Twlight?
      [  ] Sim
      [  ] Não

6 - Se respondeste que sim à questão anterior, achas que poderias ser convencida a não gostar de Twilight?
      [  ] Sim
      [  ] Sim
      [  ] Não
      [  ] SIM!

7 - Numa escala de 0 a 10, quão sedutor achas um Seat Ibiza de 2009?
      1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

8 - Se fosses largada numa ilha deserta e só pudesses levar um objecto contigo, o que escolherias?
      [  ] A Biblia
      [  ] Água purificadora
      [  ] Uma faca de mato
      [  ] UM CÃO!!


Boa sorte a todas!

sábado, 10 de novembro de 2012

Harry Gruson, the artist!

This post will be in English because is dedicated to someone I've met last year and who is an artist!
Since he's not portuguese, I'll write this in a language he will understand, despite all my errors and typos and bad use of verbal times! I'de write it in dutch if I knew any dutch, but since I don't, english must do the trick!

So, to make a quick "how you met this artist" introduction, on November 2011 I went to Holland to visit a friend I've met some years ago through a video game called World of Warcraft! Yes, games besides being able to ruin people's life, can also be a way to meet new and interesting persons! During this visit, I met some of my friend's friends, and one of them was Harry Gruson. A very rockabilly guy, and someone with a very interesting story about anything! One night we went to his house (a very hard and rough night, no need to talk about it here), and we saw all the amazing paintings he had hanged on the wall! And guess what.. he painted all them himself!

Superb painting, drawings, some big, others small, but all SUPERB!

Of course, like any other artist, he has is own style, and I really like his style!

As some of you know, I'm a big fan of Salvador Dali and Edgar Allan Poe (surrealist and horror). So one day, after reading a Poe's short story, "The pit and the pendulum", I thought to myself: "hmm I think that Harry can make a painting about this story, and it will work perfectly in his style"!
I asked him if it was possible and if he was interested and he accepted the challenge!

And after he worked on my painting, he finally sent me the painting and the result is this! (sorry my bad quality phone photos!)
 Complete painting "The Pit and the Pendulum" by Harry Gruson

 Detail 1

 Detail 2

 Detail 3

 Detail 4

 Detail 5

 Detail 6




As you can see, he's just as amazing as some of other well known artists!

You can see some of his other works on his blog: Harry Gruson Illustrations
You can also check this album from his facebook: Harry's facebook album (dunno if only friends can see or if you can see through me cause I'm his friend, still worth a try!)

And if anyone is interested on a painting from him, you can tell me and I'll ask him if he wants or have the time to do it. Of course that like other artist, his job as a price! :)

All this to thank you Harry, for the amazing painting you did to me, and you can be sure this isn't the last one! As long as you accepted my requests, I'll keep asking you for more and more!

Cheers Harry, you rock!!

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

É o fim de uma era!

Ora que eu estou a ficar velho, isso já sabia e tive certezas disso no ultimo fim-de-semana, quando depois de um jantar de aniversário, às 2h da manhã só já me apetecia era caminha...

Agora o que eu não sabia, era que os senhores dos sites de encontros amorosos também já o sabem!

Eu dantes até que ficava assim contente, quando via no meu mails aqueles anuncios para conhecer jovens belas e cheias de vontade de terem filhos comigo e de me amarem muito. Umas perto de onde vivo, outras mais longe, mas todas elas cheias de vontade de estarem comigo! Algumas eram até internacionais!

Mas hoje ao abrir a minha caixa de correio e um mail, que tudo indicava ser mais uma menina a querer passar um bom bocado comigo, deparo-me com algo que me destroçou o ego, a alma, o coração, o meu ser por completo.... Ao invés de uma menina, foi isto que encontrei:




E é isto meus amigos e amigas... Ao que parece eu já fui "chão que deu uva" para jovens, e fui colocado numa prateleira mais baixa, demasiado baixa para o campo de visão de meninas vivaças e onde só velhinhas com artroses na coluna conseguem alcançar.

Eu sei que já não nenhum menino, mas ainda tinha esperanças de conseguir encontrar uma menina da minha idade, e não uma senhora com filhos da minha idade.

Por isso, ladies, se tiverem disponíveis e quiserem conhecer um rapaz giro, simpático, com bons costumes e interessante, basta convidarem para um café. Estou desesperado!!... quer dizer... disponível!!

Haja festa... da Brava!



Nunca se falou tanto da Festa Brava, como agora principalmente devido à nova tecnologia, às páginas do Facebook, onde qualquer um com mais ou menos conhecimento de causa pode descarregar as suas opiniões. É aqui que vamos encontrar a grande maioria dos chamados anti-touradas, e os grandes organizadores das manifestações contra as touradas.
Alguns destes possíveis anti-touradas, vão a estas manifes por companheirismo, porque é divertido e é in. Para estes o ir à manifestação é ir reclamar por qualquer coisa porque está na moda, na realidade não sabem ao certo do que se trata nem do que se estão a manifestar.
Podemos apreciar em algumas páginas do Facebook, o grau de intelectualidade de quem cria estas mesmas páginas anti touradas, e que levam a reboque outros utilizadores que opinam, por opinar, porque é giro e torna-se divertido e dá para passar o tempo.
No que diz respeito ao grau de intelectualidade, nota-se que em alguns casos esse grau confunde-se com paranóia sabichona, o que faz com o que eles escrevem, o considerem tão perfeito, e correto que não admitem de maneira nenhuma, que as suas opiniões sejam discutidas, nem tão pouco admitem uma conversa tipo debate.
Aos que não concordam com eles e com as suas opiniões, e que se atrevem a discordar das suas ideias em público, os anti-touradas partem logo para a provocação, tratando-os de sádicos, carniceiros, dementes mentais e ignorantes, demonstrando desta maneira um grau de cultura muito baixo e medíocre, uma vez que utilizam uma gramática muito pobre, para tentar sobrepor as suas opiniões que na maior parte das vezes são sem fundamento, e acabam por serem opiniões frustradas.

Não se apercebem estes senhores/as, que recusar discutir esta situação seriamente, é sinal de tacanhez e acomodamento intelectual, quer seja da parte dos defensores das touradas, quer seja dos opositores, a ter este comportamento.

A Festa Brava (tourada) remonta do ano de 1486, e existe registos no livro nº1 do Tombo do Hospital das Caldas, como sendo esta a data da 1ª Tourada organizada em Portugal. Por altura da festa da N. Sra. De Agosto (15 de Agosto) sendo os toiros encomendados e pagos pela Rainha D. Leonor, e na continuidade deste espectáculo, o pagamento dos Toiros passou a ser realizado pelo Hospital das Caldas.
O ano de 1561, é o ano em que foi inaugurada a 1ª praça de Toiros, na Freguesia de Abiul, no hoje Concelho de Pomba. Esta praça de toiros que contou no dia da sua inauguração com os Duques de Aveiro, pela altura dos festejos em honra da Nossa Senhora das Neves, é a Praça de Toiros mais antiga de Portugal, ainda hoje em funcionamento.
Portanto, temos aqui 5 séculos de história da Tauromaquia, mais precisamente 526 anos de tradição, na lide dos Toiros a cavalo e a pé, é uma das mais antigas tradições portuguesas, que está enraizada na maneira de ser e na maioria dos Portugueses, tirando uma pequena (mínima) percentagem que descobriram agora uma maneira de matarem o tempo, divertindo-se a manifestar contra a lide dos Toiros Bravos.

Se é um espetáculo violento, direi que sim e que não, uma vez que está equilibrado a 50%. Se o Toiro é ferido pelo toureiro, também este pode ser colhido e por vezes até morto pelo Toiro. No entanto, desastres em espetáculos que em alguns casos se tornam em mortes, há-os em qualquer desporto, acontece no futebol, no pugilismo, no automobilismo e em outros mais.

Se esta minoria, que se manifesta contra a lide de toiros levam a deles avante, por muito que se manifestem, por muito que escrevam, julgo que estes 5% da população Portuguesa, muitos dos quais são levados ao engano, não tem força suficiente para se comparar com os 5 séculos de tradição e história da Tauromaquia portuguesa.
Mas mesmo que conseguissem acabar com as Touradas, o que infelizmente me parece que acabara por acontecer, qual seria o futuro dos Toiros, de certeza se acabaria por extinguir a raça do Toiro Bravo, uma vez que ninguém acredita que haja algum ganadeiro disposto a criar e a engodar um Toiro durante 4 ou 5 anos só pelo prazer de o ver a pastar na Lezíria.

A não ser, que os anti Touradas, levassem alguns Toiros para casa. Os citadinos colocavam-nos nos apartamentos, e os da Província colocava-os no quintal, e era vê-los antes de irem para o emprego e à noitinha a andarem a passear pelas ruas, um Toiro de 500kg de trela na mão.
Eu sou um aficionado, convito, daí eu ser a favor da Festa Brava, mas confesso que tenho curiosidade em saber quantos é que teriam a coragem de levar um bezerro para sua casa e criá-lo até este se transformar num Toiro de 500 ou 600 kg, para preservar a raça, isto no caso de eles levarem a deles avante.

A todos os aficionados, um enorme Olé!!

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Coisas que me tiram do sério.

Por norma não sou uma pessoa que mantenha um ar sério muito tempo, mas quando assim estou, existem algumas coisa que conseguem tirar essa expressão da minha cara e fazer aparecer um esgar de ódio ou repulsa!

- Pessoas que sempre que metem comida na boca, esticam a lingua toda para fora!
- Pessoas que se esquecem que vermelho nos semaforos, também quer dizer "parar de limpar o salão" (vulgo tirar macacos do nariz!)
- Pessoas que não conseguem sair da faixa do meio nas auto-estradas!
- Pessoas que são incapazes de baixar os máximos dos carros antes das lombas, mesmo depois de eu fazer várias vezes sinais de luz! (se calhar pensam que as luzes são de algum farol no meio do mato!)
- Pessoas que perdem tempo a ver programas do género "Casa dos Segredos"!
- Pessoas que perdem tempo a ver a repetição da "Casa dos Segredos"!
- Pessoas que dizem "treuze"!
- Moscas que apesar de terem o mundo inteiro para explorar, insistem em vir contra a minha cabeça de 10 em 10 segundos!

E poderia continuar, mas é melhor não, porque já devo ter conseguido passar a imagem de hater!

domingo, 28 de outubro de 2012

I'm getting old!

Estou velho e tive a confirmação disso mesmo a noite passada!

Se dantes era capaz de passar uma noite inteira até o sol nascer no outro dia, nos copos e a ouvir musica maluca em locais fechados, cheios de fumo, com música a rasgar os timpanos e a levar encontrões e pisadelas por todos os lados, actualmente já não consigo!

Ontem fui a um jantar de aniversário, num restaurante catita e com boa comida.
Claro que, como o anti-social que sou, sentei-me na ponta da mesa mais afastada das outras pessoas.
E tinha ali ficado sozinho a comer camarões e sapateira e queijo e presunto e moelas e mexilhão e bife à mostarda e sangria e bolo de bolacha e café, mas houve pessoas que se vieram sentar ao pé de mim, e tive que conversar... *hmmff*

No meio disto tudo calhou bem ter sido um casal de alemães (ou alemões?!?) e deu para pôr o ingles em prática, e se ao inicio estava a little bit rusty, no final do jantar já estava 100% operacional e já se debatia a situação económica da União Europeia. Foi um jantar bastante agradável até.

Saimos do restaurante já perto da 1h da manha, e fomos até ao Cais do Sodré beber mais um copo e continuar a confraternizar com as pessoas *hmmfff*. O ambiente já se sabe como é! Muita gente, muita malta bebeda, muitos gajos a mostrarem os peitos (mesmo com o frio que estava) e muitas gajas que sairam de casa e se esqueceram de vestir calças ou saia, e levavam só o cinto à cintura..

Depois veio a pior parte de sempre. Decidir onde é que se vai continuar a noite! ("continuar?!" pensava eu. "Mas já são 3 da manha, não podemos apenas ir para casa?"). Mas pronto, para não parecer mal, lá disse que ia para onde o pessoal fosse... Uns queriam Urban, outros queria Jamaica, eu queria cama.
Resultado, quem queria Urban foi para o Urban, quem queria Jamaica foi para o Jamaica, quem queria cama foi para a cama.. é mentira, foi para o Jamaica!

E foi aqui, neste espaço de lazer nocturno que eu, do alto dos meus 28 anos, me apercebi que esta vida já não é para mim! Estava mais apertado que o orificio anal de um recluso no seu primeiro dia de duche com os restantes prisioneiros.. estava a levar com tanto fumo de tabaco na cara que parecia que tinham ali estacionado um comboio daqueles a carvão, que aumentam o buraco da camada de ozono 1% a cada hora.. E para não variar muito, o sitio onde fiquei, foi o sitio por onde TODA a gente tinha que passar fosse para ir à casa de banho, fosse para ir ao bar, fosse para ir ter com outros amigos. Parecia mesmo que era obrigatório passar por ali, não esquecendo claro, o belo do encontrão ou a bela da pisadela! O idela mesmo era pisar, dar um encontrão e ainda entornar um pouco de cerveja para a minha camisola, ou tentar enfiar-me um cigarro aceso pela retina!
Só sei que passados 10mins de lá estar dentro, só me lembrava de duas frases míticas, uma internacional e outra nacional.
A do Roger Murtaugh (Danny Glover no filme Lethal Weapon): "I'm too old for this shit!"
A do Marco Fortes (atleta olimpico): "Está-se bem é na caminha."

E foi assim que descobri que já não tenho 20 anos, nem a paciência nem a vontade de noitadas deste género!

Agora, vou mas é estudar, que isso é que importa!


sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Adonde é que andei?

Rápido scroll down pelo blog e chego à conclusão que tive mais de 2 meses sem dizer mada nem dar sinais de vida.. Não que alguém tenha interesse naquilo que digo ou que faço, mas eu apenas gosto de espalhar pelos sete oceanos através dos sete ventos o que se passa na minha vida!

E para não variar muito, e em estilo de "come back post", é isso mesmo que vou fazer!
Contar aos interessados e aos não interessados por onde é que andei e o que andei a fazer! :)
(note-se que o post anterior a este, foi só mesmo para limpar teias de aranha)

Ora, e como não me lembro do que almocei no fim-de-semana passado, muito menos me lembro do que se passou em Setembro! É um mês de conversa de treta que vos poupo ler (se é que alguém lê isto!)
Em Setembro há apenas 4 coisas a reter:

1 - Boy fell in love with girl.
2 - Boy starts university classes
3 - Boy gets heartbreak (and glue all the pieces back together)
4 - Boy continues with school

E nos entretanto participei na minha segunda meia maratona! Desta vez a da Ponte Vasco da Gama, em que fui com um amigo e onde consegui estabelecer novo recordo pessoal de 1h45m30s! O que para um coxo como eu não é nada mau! :) Lembro que uma meia maratona são 21,090kms!

E em Outubro foi basicamente trabalho, escola, e mais umas corridas oficiais para não deixar enferrugar as articulações!
Acerca do trabalho, same old s**t...
Acerca das corridas, recordes pessoais batidos em todas elas! Posso dizer orgulhosamente que já consigo fazer 10kms em menos de 45minutos! Próximo objectivo é chegar perto dos 40mins!
Acerca da escola, sabe muito bem voltar a usar a massa encefálica e absorver, qual esponja ressequida por anos ao sol, toda a informação nova que os professores transmitem, como se fosse água!

Em boa hora tomei esta decisão de voltar a estudar, e terminar uma etapa que já devia ter terminado há uns anos atrás, mas... a verdade é que quase nunca é tarde demais para consertar as coisas. Exceptuando se vais saltar de um avião e só a meio da queda é que te lembras que se calhar era melhor teres trazido o pára-quedas...
Para quem não sabe, estou a tirar a licenciatura de Marketing, Publicidade e Relações Públicas no ISLA Campus Lisboa (Instituto Superior de Linguas e Administração) em regime pós-laboral (claro!!).
A faculdade é espetacular, com um espaço bastante agradável (fica naquele pequeno e antigo palácio, ao lado da Casa do Artista e do Teatro Armando Cortes), com um staff do mais prestável que pode haver, e onde os professores se preocupam genuinamente com as aulas e os alunos!
Em relação à turma, nada de negativo a apontar! Tudo pessoal catita e giro (tanto elas como eles), as idades estão entre os 20 e os 38anos (sendo que a maioria está ali nos 28-32), tudo malta amiga e com vontade de aprender e de ajudar quem tem mais dificuldades.. portanto, so far so good! :)

E basicamente é isto! Nada de muito emocionante com alguns FINS-DE-SEMANA LOUCOS que eu já tive, mas também não posso dizer que foram 2 meses de miséria...

E agora que já vos actualizei sobre os factos da minha vida, posso voltar aos meus lindos, bem escritos, interessantes, sem erros e memoráveis posts habituais! :)

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Deixa lá começar as limpezas...

Epá, tive tanto tempo sem aqui vir que isto é só teias de aranha por todo o lado!
Ainda por cima não tenho aqui nenhuma osga para manter isto limpo...

Caso não saibam, se vos aparecer uma osga em casa, não a devem matar nem mandar para a rua!
Não não!! Deixem-na ficar e andar por onde ela quiser! Primeiro porque estes piquenos bicharocos não fazem mal às pessoas e a história da peçonha é mito (pronto, não é totalmente mito... mas as osgas existentes no nosso país, não matam ninguem de peçonha), e em segundo porque o bicho vai comer tudo o que é mosca, aranha, mosquito, teias de aranha!

Ou seja, é uma espécie daqueles aspiradores que andam sozinhos pelo chão da casa, com a diferença que estes é mais paredes e tectos! :)
E as senhoras não se preocupem que elas não vão para sitios! Nem mesmo naquelas alturas! (também é mito).. Aliás, as osgas nem sequer gostam de zonas húmidas e molhadas......

Isto para dizer que depois de tirar as teias de aranha do blog (e das mãos), vou voltar ao activo!

Osga Moura, a mais comum em Portugal

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

25% já estão feitos..

Para quem não sabe eu gosto de correr!...

Não é correr sem nenhum propósito nem porque sou maluco, nem tão pouco a fugir de policias.
Corro porque me faz sentir bem, com melhor saúde, e é um ótimo escape ao stress do trabalho no final do dia. E como os ginásios são caros e num ambiente fechado, eu prefiro mesmo o ar livre e gratuito.

Dito isto, uso durante as minhas corridas uma app chamada RunKeeper, que me permite contabilizar e ter acesso a vários aspectos da minha corrida, desde os kms já percorridos, o tempo, as calorias queimadas, velocidades, etc etc..

E recentemente, numa actualização, introduziram os "Objectivos"! Serve para nós, corredores, ciclistas, triatlistas, etc, definirmos um objectivo e tentar alcança-lo num tempo também por nós definido! Claro que convém definir um tempo reduzido, para nos sentirmos motivados e na "obrigação" de o atingir! Eu defini logo 2!

1 - Correr só de uma vez 21kms até 25 Outubro 2012.
2 - Correr 500kms até dia 31 Dezembro 2012.

Ora, o objectivo 1 vai ser cumprido já no dia 30 Setembro quando fizer a Meia Maratona de Portugal (a da Ponte Vasco da Gama), e em relação ao objectivo 2, digamos que estou no bom caminho! A partir do meio de Setembro (quando começarem as aulas da univ) vai ser mais dificil de manter o ritmo, mas hei-de conseguir!

Podem ver o que já fiz desde que tracei o objectivo, na imagem abaixo. :)


São 124kms num mês! Eu diria que "Not Bad!" :D

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Só já faltam dois anos...

... para a próxima edição do festival Bons Sons!!

E está cada vez melhor a cada nova edição. É verdade, quem havia de dizer que uma terrinha tão pequena, conseguiria entrar no mapa dos festivais nacionais de verão?! :)
E maravilha das maravilhas, 98% das bandas são portuguesas. E este ano 2 grupos espanhóis, como pais convidado.

Eu podia dizer muita coisa sobre o festival, mas aquilo lá segue mais ou menos o mesmo lema de Las Vegas.. "What happens in Vegas, stays in Vegas!" :D

Vou dar-vos só um cheirinho... :)

Em primeiro lugar, este é o segundo ano que lá fui, e já temos um bom grupinho para andar a curtir de tasquinha em tasquinha! Eu, Mário, Mariana, Pedro e Isabel fomos os repetentes, mas o grupo tinha ainda muitas mais pessoas: Luis (mais conhecido por super Mário), Pedro, Rita, Thiago, Micael (ou Miguel), Diana (amiga da Isabel) e ainda lá foi o Hilário na noite de sábado.

Novidade deste ano, as canecas que se compravam à chegada e que serviam para beber durante o resto do festival, ajudando assim o ambiente, não se usando tantos copos de plástico.


Sexta:

Saida de Lisboa rumo a Cem Soldos! Chegada a Cem Soldos, esperar como habitualmente acontece pelo Mário, deixar as tralhas em casa e ir jantar. Bifanas (sem cominhos), e copo cheio de vinho ou cerveja! Andar de um lado para o outro, entre tasquinhas e palcos de concertos e a festa ia-se fazendo. Como eu tenho amigos muito bons e que por isso me mentem, disseram-me que só ia haver vinho naquela noite, por isso eu fiz questão de tentar beber o máximo que fosse capaz! Dizem as más linguas que a determinado ponto o dique rebentou e perdeu-se algum do vinho já ingerido.. Fiquei por casa a dormir debaixo das escadas, e obrigado Barril pelo colchão.



Sábado:

Nunca uma canja me soube tãaaaaaaaao bem! Nada me soube bem durante o dia, a não ser a canja e litros de água.
Aproveitamos a tarde de sábado para irmos passear pela região. uma vista à Barragem de Castelo de Bode e à praia fluvial da Aldeia do Mato. Depois regresso a Cem Soldos para o jantar e para ir festivalar de novo!



Passava pouco da meia-noite estava quase morto, mal disposto e com dor de cabeça (nota: passei o dia a água e a sumos), e já estava pronto para me deitar ao som da Maria João e do Mário Laginha (dificil mas possivel), quando vieram em meu auxilio e me fizeram ir de novo para a rua. E fiquei de novo bom ao fim de meia caipirinha!
E ainda bem que não fiquei em casa, pois assim ainda ganhei um beijinho de uma menina chamada Mariana. :) long story short, ela achou-me tão giro que disse que tinha que me beijar naquele momento. Eu como bom rapaz que sou, deixei a rapariga satisfazer o desejo dela! :)
Esta história é quase toda verdadeira, excepto a forma como aconteceu.. Houve de facto beijo, mas só depois de eu a ter ajudado. Resumindo (e agora a sério), ela apareceu ao pé de nós a pedir 10cents para uma caipirinha, eu meti a mão ao bolso e dei-lhe a moeda, ela agradeceu, e o resto do pessoal disse que eu merecia mais do que só um obrigado, e foi quando ela me dei o beijo.... fiquei o resto da noite a pensar o que aconteceria se lhe tivesse pago uma caipirinha. :)
Depois a Maria João lá acabou com os gemidos e os grunhidos, e entrou o DJ a meter música da malta jovem e foi dançar até ser dia.


Domingo:

Acordar, almoçar, assistir a uns concertos pacatamente, arrumar as coisas e zarpar de novo em direcção a Lisboa, porque na segunda feira já é dia de trabalho.

E foi assim mais um Festival Bons Sons! Cheio de gente boa, música boa, e muita muita diversão!
Agora só para o ano de 2014, mas aposto que vamos lá estar todos  e ainda com um grupo maior!


PS: Então não é que me estava a esquecer de contar sobre o comboio?! Estavamos nós muito bem a dançar, até que alguém se lembrou de começarmos a fazer um comboio dançarino.. Com o Barril a Locomotiva, entrou pela multidão dentro e em pouco tempo tinhamos conseguido um comboio com centenas de pessoas!! :D
Esta é também sem dúvida, uma imagem do quanto este festival é maravilhoso!

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Todos os caminhos vão dar a Cem Soldos!

"Começa hoje a quarta edição do Festival Bons Sons, na aldeia de Cem Soldos, em Tomar. Este ano, os concertos duplicaram: um total de 42, numa espécie de banquete de música nacional.

Uma pesquisa na Wikipedia leva-nos a perceber que Cem Soldos, uma aldeia no concelho de Tomar, é conhecida pela Festa da Aleluia. Se nunca ouviu falar deste fenómeno, passamos a explicar: uma festa com mais de 500 anos em que os habitantes recolhem arbustos e aleluias (aquelas flores amarelas) para decorar cruzes que são carregadas por rapazes que completaram 18 anos. No fim disto, escolhe-se a cruz mais bonita e as outras são partidas na escadaria da igreja lá do sítio, num acto conhecido como “matança dos Judeus”.

Se não ficou entusiasmado com esta festividade, há outra que talvez o convença a rumar a Cem Soldos. Desde 2006 que a aldeia é invadida de dois em dois anos por pessoas que nunca lá tinham parado. Ninguém vai carregar cruzes, longe disso, a não ser talvez as costas doridas do campismo. Em vez de aleluias, colhem-se cervejas nas tasquinhas da aldeia e quem vai à igreja é para ver concertos. O nome do festival que deu fama a Cem Soldos também é mais simpático e não envolve matanças: Bons Sons.

A ideia de fazer um festival com um cartaz exclusivamente dedicado à música nacional partiu do Sport Clube Operário de Cem Soldos, que decidia em 2006 comemorar o seu 25.º aniversário com uma festa diferente. “Fizemos um plano alargado de comemorações para marcar a data e aproveitámos a estrutura da festa popular da aldeia mas com uma programação distinta”, conta Luís Ferreira, de 28 anos, o director do festival. Em vez de Quim Barreiros e outros artistas de renome que percorrem as festas populares no Verão, a associação trazia à sua terra bandas como as Tukanas, Toques do Caramulo ou Skareta. Dois anos depois, a festa repetia-se com Deolinda, Tora Tora Big Band, Rao Kyao, Kumpania Algazarra e O’questrada. “O concerto dos Kumpania Algazarra era o último da noite e estava a correr tão bem que durou até ser dia. Na altura, a banda até disse que tinha sido o melhor concerto que tinham dado”, recorda Luís.

Nesse ano, estima-se que estiveram no festival 30 mil pessoas, até porque não havia bilheteira, número que se manteve em 2010, já com bilhetes pagos e Dead Combo, Lula Pena, Diabo Na Cruz, B Fachada e Fausto no cartaz. Este ano a organização prevê receber 40 mil pessoas nos quatro dias do festival (começa hoje e prolonga-se até domingo) e o número de concertos duplicou: são 42, todos de bandas nacionais, à excepção de dois, “porque Espanha este ano é o país convidado e trouxemos duas bandas”, explica Luís.

PAUS, Linda Martini, The Legendary Tiger Man, Maria João & Mário Laginha, Capitão Fausto, You Can’t Win Charlie Brown, Gala Drop, Vitorino e Filho da Mãe são alguns dos artistas que vão passar pelos sete palcos espalhados pela aldeia que já se tornou “uma plataforma de divulgação de música portuguesa”. A organização tem algumas regras para escolher os artistas: só se podem repetir passados cinco anos, têm de estar a produzir no momento e têm de ser variados, com projectos embrionários e outros consagrados. “Só ao fim de cinco anos podemos reprogramar para não criar facilitismo na programação e não convidarmos só os nossos amigos ou aqueles que são garantia de casa cheia”, explica Luís.

O director do Bons Sons garante também que o festival vai continuar a ser bienal, “para que a actividade da associação se mantenha, sem se tornar específica para o festival e para que haja uma boa convivência entre Cem Soldos e o festival”.

Aparentemente a convivência não podia ser melhor. Os habitantes da aldeia ajudam a erguer o festival e são eles que trabalham nas várias áreas, “desde cozinheiras, engenheiros, arquitectos, designers ou motoristas”.

www.bonssons.com. Bilhete diário: 15 euros; passe de quatro dias: 35 euros"

Por Clara Silva, publicado em 16 Ago 2012 - 16:47 - ionline



sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Coisas curiosas e fixis!

Ao que parece o nome deste livro não é o que sempre pensamos!

O titulo completo do livro conhecido apenas como Robinson Crusoe é.... (rufar dos tambores)

The Life and Strange Surprizing Adventures of Robinson Crusoe, of York, Mariner: Who lived Eight and Twenty Years, all alone in an un‐inhabited Island on the Coast of America, near the Mouth of the Great River of Oroonoque; Having been cast on Shore by Shipwreck, wherein all the Men perished but himself. With An Account how he was at last as strangely deliver'd by Pirates.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

O meu bigode..

As várias visões do meu bigode!

Como eu o vejo:



Como a minha mão o vê:


Como os meus amigos o veem:



Como ele realmente é:


NOT BAD!!!

Olympics!

Estás no trabalho mas querias estar a ver os jogos olimpicos?!
No teu local de trabalho não consegues aceder aos sites piratas para live stream?

Não fiques triste! Clica abaixo para resolveres o teu problema!

EU CONSIGO VER OS JOGOS NO WORK!!

Depois digam que eu não sou amigo..

É tão bom que até podem rever tudo das modalidades todas! Enjoy!